11 Dicas para curtir o Mondial de La Biere

Partindo do princípio de que eu não confio em quem não gosta de cerveja, posso dizer a vocês que o Mondial de la Biere é um ambiente confiável rsrsrsr.
Beber faz parte ficar, bêbado é uma arte! Existem vários tipos de bêbados, então seja um bêbado legal e responsável por favor.

Desde 2013 até os dias de hoje o evento evoluiu muito, fui nas 4 edições e estarei na próxima, que começa nessa quarta-feira, se os Santos cervejeiros permitirem!
Acompanhei de perto o crescimento do Mondial que, apesar de importado, é o maior evento de cervejas realizado no Rio.
Essa é a quinta edição e conta com várias cervejarias estreantes, mais músicas, mais cervejas e é claro mais surpresas.

As cervejarias sempre criativas com seus stands, chamam a atenção da galera com ideias bacanas que nunca faltam.
A comunidade cervejeira já apelidou o Mondial de Disney do cervejeiro e que seja assim, com muita diversão.
Chega de papo furado e bora para as dicas, espero que gostem! Mais da metade das dicas escrevi quando estava um pouco bêbado, tipo um pouco para mais rsrsrs, então aproveitem!

Só um favorzinho: Se em alguma das edições aconteceu algo engraçado ou você tem uma história incrível no Mondial de Lá Biere me manda um e-mail contando essa história
barescariocas83@gmail.com
Valeu!!!

Dicas: Anota aí!

1. A primordial de todas: use transporte público, são várias opções, o “se for dirigir não beba e se for beber me convide” vale muito, dirigir alcoolizado não faz sentido.

2. Roupas leves são uma ótima pedida, o local é bem arejado próximo ao mar, mas agasalhos não combinam com cariocas que vão ingerir doses de álcool nada formal. Em algumas edições já vi uns doidos fantasiados (vá fantasiado me procure que te pagarei um chope rs) chinelos são permitidos, mas tome cuidado! Apesar de um ótimo serviço de limpeza, tem uma galera que acaba quebrando os copos, então seus pezinhos correm risco. No fim das contas vá do jeito que achar melhor.

3. Experimente muito, doses menores são bem legais para você poder conhecer vários estilos de cervejas e se manter um pouco sóbrio, já que a graça é conhecer várias cervejarias e estilos de diferentes.

4. Sim, lá tem bebidas sem álcool, tem água, só não sei se tem todynho, então deixe a criançada em casa, mas o resto eu garanto que tem! rs
Para dar uma equilibrada é bom beber agua, sempre ajuda um bom bebedor sabe a hora da pausa para hidratação: parece estranho eu, o maior má influêncer digital falando isso, mas… água é muito importante!

5. O ápice da quebra de copos, claro que não desejo que seu copo quebre, mas quando isso acontece vejo um orgasmo de sarcasmo nas pessoas e logo depois o grito confirmando que o ato foi consumado.
O som dos copos quebrados entoa pelos pavilhões, com a galera vibrante ENTONNN por favor tome cuidado pois você não vai ganhar outro copo!
Existem vários sistemas de manter seu copo seguro, alguns lugares vendem umas cordinhas.
Ano passado eu criei o meu próprio sistema de segurança do copo, talvez em uma próxima pauta eu mostre como fazer.

6. É claro que gosto é igual sovaco cada um tem o seu, mas o Mondial é um ótimo lugar para conhecer experiências cervejeiras.
Tem cerveja de tudo quanto é jeito, um mix de sabores com frutas, outras amadeiradas, coloridas, azedas, amargas, salgadas, doces e por ai vai, então vá disposto a se deparar com coisas exóticas.

7. Pela primeira vez o Mondial vai aceitar cartão de credito (ai Xesus), então antigamente a gente chegava no mondial e comprava o dinheiro que era tipo o do banco imobiliário rsrs, mas na última edição já estava rolando os cartões recarregáveis.
São vários pontos de recarga e ainda tem uma galera ambulante fazendo recarga no seu cartão da felicidade!

8. Zelo com os bebedores, fique tranquilo no evento tem bastante banheiro, equipes de socorro, bombeiros, equipe medica e seguranças, mas por mais que tenha tudo isso, pegue leve e não apronte: você está ali para beber cerveja e não tomar glicose, tenho até uma foto de um amigo tomando glicose na ambulância, mas não posso divulgar nomes. rsrs

9. Comida tem de montão, é claro que no estilo fast food (aos nascidos de 7 meses te digo que sim, sempre vai ter fila) são vários truks de comidas para você escolher: hambúrgueres, sandubas de vários sabores, carnes, salsichas, doces e salgados com farta quantidade, a fome bateu vá comer e fique tranquilo que a cerveja não foge e sempre use aquela estratégia de guerra marota: entrou come logo e depois vai para o combate.

10. Para os colecionadores, o Mondial é perfeito! Tem de tudo: placas, tampinhas, copos, bolachas e camisas, são várias paradas maneiras que você encontra por lá!
Ano passado ganhei um Barril Pet e guardo com carinho aqui em casa. Dica: leve uma mochila para carregar seus apetrechos.

11. Importadas ou Nacionais, de grandes ou pequenos produtores, o que vale é você se sentir bem com o que está bebendo, a cerveja tem o poder de socializar e reunir amigos, curta bastante, chegue cedo, viaje pelo mundo através da cerveja.
No Mondial é tempo de conhecer muita gente fazer amizade e bater fotos muito loucas.

IMPORTANTE!!!
Fique atento à programação do Palco Mondial;
Use roupas confortáveis;
Hidrate-se com frequência! Existem pontos de hidratação disponíveis para que você beba água durante todo o dia.
Nestes pontos você também pode enxaguar seu copo para aproveitar melhor as degustações;
Não há guarda volumes no local;
Não é permitida a entrada com garrafas, objetos cortantes ou que apresentem riscos à segurança do público;
Garrafas de cervejas adquiridas dentro do evento, não poderão ser abertas para consumo no local.
Não é permitida a circulação com garrafas de cervejas avulsas de cervejas dentro do evento.
Os guichês para compra de tíquetes encerram a venda as 22h.
Se beber, não dirija!
BEBA MENOS, BEBA MELHOR!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Flávio Lima23 Posts

<p>Flávio Lima é cervejeiro caseiro e administrador do Instagram Bares cariocas.<br /> Triatleta de garfo, faca e copo com mais de 400 bares visitados, tem um imenso amor a boemia carioca do Pé sujo ao PUB.<br /> Formado em botecoterapia e usuário de doses nada homeopáticas do líquido sagrado, segue de bar em bar evoluindo e compartilhando a cultura de boteco, em especial o maravilhoso mundo das cervejas artesanais.</p>

Comente

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password