A Revitalização do Centro e a Nova Orla da Cidade

Orla Conde

Apesar das notícias que andam ocupando nosso noticiário e, confesso, até aqui do DDR, o Rio tem muito  o que comemorar, e uma das principais razões são as grandes obras, já terminadas, de revitalização da Praça Mauá, da Praça XV, o VLT , a Nova Orla o interessante projeto de uma nova Zona Portuária para a Cidade.

Essa inédita revitalização urbana que começou com a derrubada da Perimetral trouxe novas cores e uma vista  que estava completamente esquecida e perdida – a da Baía da Guanabara vista do Centro. Dentre as outras obras prontas, se destacam outros grandes momentos como a Nova Praça Mauá, o Museu de Arte do Rio e o Museu do Amanhã.

E nesse mês o que parecia impossível aconteceu:   a inauguração do novo trecho da Orla da Guanabara (deram o nome de Orla Conde), que trouxe o carioca de volta a região.  Agora dá pra caminhar deste a Praça XV até a Praça Mauá, faceando o mar!  Para o prefeito do Rio, Eduardo Paes, a inauguração do novo trecho representa o resgate da cidade com a sua razão de ser: a Baía de Guanabara.

Pontos Culturais da Orla Luiz Paulo Conde

A nova orla, por exemplo, tem área de 600 metros  e  apesar de pronta há alguns meses, ainda estava restrita à presença militar.  Esse trecho, agora liberado para toda a população, dá livre acesso ao caminho entre o Museu do Amanhã, na Praça Mauá, e a Praça Barão de Ladário, na Rua Visconde de Inhaúma, paisagem até então desconhecida às margens da Baía de Guanabara, entre a Ilha das Cobras (da Marinha) e o Mosteiro de São Bento.

Dessa nova orla, dedicada ao lazer, ao descanso e à prática de exercícios, pode ser visto o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ), o Mosteiro de São Bento, a Baía de Guanabara, a Ponte Rio-Niterói, entre outros locais marcantes da Cidade Maravilhosa. Ou seja, simplesmente nasceu  um novo point turístico de nossa Cidade.

Orla Luiz Paulo Conde

O presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH), Washington Fajardo acredita que a Orla Conde vai promover um reencontro do carioca com o centro histórico. “Esse novo passeio público vai mudar a percepção das pessoas sobre a região, trazendo mais circulação e permitindo fluidez maior entre os espaços culturais já existentes e os que estão em construção. A Orla Conde tem o potencial de mudar o caráter turístico da cidade, voltando mais atenções à memória do Rio de Janeiro e aos seus equipamentos culturais”, comentou Fajardo.

E não é só na vista, alguns cariocas tinham reclamado que a região estava mal arborizada, feia, suja, perigosa. Pois então, na área estando sendo construídos 22 jardins com plantas como pata-de-vaca, ipê amarelo, pau-brasil e pitanga. Isso tudo está trazendo  um pouco mais de ar fresco para o carioca que vive e trabalha do Centro do Rio.

Mas não só de investimentos públicos vive a área.  São inúmeros os empreendimentos comerciais que já ficaram prontos na área, e muitas as novas lojas que foram inauguradas e as antigas que vêm sendo reformadas pelos comerciantes.

Valorização Imobiliária

Perspectiva Ilustrada da Fachada Pio X

É claro que quando há um investimento público neste nível numa área urbana, vem a valorização dos imóveis da região, e o aumento do número de negócios imobiliários sendo feitos no local. Assim, enquanto as obras estavam sendo feitas, os grupos financeiros São Carlos e GP Investimentos discretamente foram retrofitando um edifício nas proximidades.  E, em vez de vender ele na planta, como se faz normalmente, esperaram ele ficar integralmente pronto, pra coloca-lo no mercado ao mesmo tempo em que as obras públicas no local ficam prontas.

Assim nasceu o primeiro empreendimento da área depois da inauguração da nova orla, que é  o Latitude Rio. Moderno e esteticamente muito atraente, localizado na Presidente Vargas, do lado mais valorizado, junto à nova orla e à Candelária e nas proximidades da Praça Mauá, com  dois acessos (um pela Praça Pio X – Presidente Vargas – e outro pela Rua da Alfândega), o prédio tem uma vista privilegiada da Orla da Guanabara Prefeito Luiz Paulo Conde e uma localização que é classificada pela construtora como “de presente e de futuro”.

Localização Latitude Rio

O projeto do edifício é do renomado arquiteto Ruy Rezende.

Acho que o Latitude Rio é um edifício de luxo que chegou na hora certa, pois está ao alcance de todos, na melhor localização do Centro, junto do VLT, do Metrô, dos ônibus, de edifícios garagem e do centro financeiro da cidade. Ele tem um projeto de arquitetura extremamente bonito e funcional”, disse Victor Jessula ao DDR, diretor de vendas da Sergio Castro Imóveis, empresa que recebeu a incumbência de vender as salas do Latitude Rio.

Cláudio Castro, da mesma imobiliária, discorreu animadamente sobre o empreendimento: “E quando a gente fala em “entregar”, é E-N-T-R-E-G-A-R mesmo! Diferente de um destes lançamentos que você compra hoje e só vai poder habitar daqui três anos, o Latitude está PRONTO! Isso mesmo, pronto! Isto significa que – isso mesmo – você pode se mudar para a sala já, começar a trabalhar logo depois de por o piso da sua preferência e o ar condicionado! Você nem precisa de arquiteto, pode visitar agora a sala decorada que fica no próprio empreendimento e ter sua própria ideia sobre como utilizar o imóvel”.

Perspectiva Ilsutrada do latitude Rio

No momento atual é difícil encontrar uma declaração tão otimista sobre um empreendimento imobiliário. Mas a empresa, que recentemente vendeu com sucesso o Cine Olaria e está encarregada da venda do Largo do Boticário, está cheia de planos pro Latitude Rio.

O valor de investimento num imóvel no empreendimento pode até ser pago em várias parcelas. Alguém se candidata?

Este foi um post patrocinado

Deixe seu comentário

Quintino Gomes Freire8865 Posts

Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

2 Comentários

  • Claudio C Reply

    8 de junho de 2016 at 21:51

    Visitei e achei a obra linda. A baía está sendo constantemente limpa por um barquinho do governo. E a sujeira que a imprensa mal intencionada tira foto é justo a que fica num canto entre o píer e o cais, que não tem como não acumular sujeira. Vi até tartarugas nadando. Chega de mimimi de invejosos e politiqueiros. A nova orla (apesar do seu nome ridículo) é linda e segura. E não é segurançazinho municipal não, é SOLDADO DA MARINHA! Eu vi 11 soldados neste sábado patrulhando o local.

  • José Mangabeira Reply

    8 de junho de 2016 at 21:49

    Eu estou cagando pro teu salário, meu amigo. Quero usufruir da minha cidade, passear na minha cidade, não quero meu dinheiro de impostos indo todo pra um bando de marajás do setor público. Quero curtir minha cidade, tá sem receber salário? Pede demissão, idiota, vai trabalhar no setor privado onde quem tem talento trabalha!

  • Wanderley Formoso Reply

    8 de junho de 2016 at 21:47

    Foda-se o hospitais. Bando de chorões idiotas que não elogiam nada. Estamos falando de turismo, de negócios, não se vive só de hospitais bando de retardados

  • Paulo Reply

    8 de junho de 2016 at 13:36

    Daniel….O atraso de salários…etc..é no Estado..quem fez estas obras foi o município….aff!!!

  • Fernando Reply

    8 de junho de 2016 at 12:46

    Muito legal. Já está na minha lista de passeios para a próxima vez que for ao Rio!!
    A Cidade Maravilhosa merece espaços como esse!!

  • Marco Sá Reply

    8 de junho de 2016 at 11:50

    Não tinha um nome menos escroto para a orla?

  • Marcia Rosa Reply

    8 de junho de 2016 at 10:35

    Visitei a região recentemente. Ficou lindo.
    Evidentemente, sempre haverá gente reclamando, saúde, educação, merenda, mimimimimimimi

  • Rosana Reply

    18 de Abril de 2016 at 11:16

    Achei muito mal iluminado em volta do Museu do Amanhã, com luzes muito fracas e na praça em frente, também!.. Faltou mais verde em torno da praça!

  • vania Reply

    16 de Abril de 2016 at 22:03

    Cade saúde pública, hum vacinas pra todos da hn1, cade ar-condicionado nas escola e muito mas não vou perde tempo

  • Lauro Reply

    15 de Abril de 2016 at 11:43

    Cadê a Baía de Guanabara LIMPA???????

  • Jose Aloisio Soares Reply

    15 de Abril de 2016 at 07:56

    Amo a minha capital, a Cidade Maravilhosa. Não tenho ido ao Rio. Estou esperando as obras do Centro terminarem… Falam-se maravilhas sobre a revitalização da Zona Portuária, Liberação da área da Marinha, Praça XV e o Aterro do Flamengo… Será que haverá tipo calçadão do Museu do Amanhã até ao Aterro?

  • Daniel Reply

    15 de Abril de 2016 at 01:49

    Só faltou valorizar os servidores… Todos sofrendo com atraso e sem salários… Absurdo!!

  • Mônica Schmidt Velloso Reply

    9 de junho de 2016 at 08:15

    Só não mostra como a Baía de Guanabara está imunda e cheia de lixo e não diz como estas obras faliram o Estado do Rio de Janeiro.

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password