Breve História da Feira de São Cristóvão - Diário do Rio de Janeiro

Breve História da Feira de São Cristóvão

0

feira-de-sao-cristovao

A cidade do Rio de Janeiro tem como uma das marcas registradas a valorização da diversidade cultural. O Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas com toda sua história é uma prova disso. Tudo começou em 1945. Nesse ano, os nordestinos que vieram tentar a vida na cidade do Rio de Janeiro, passaram a organizar o embrião do que viria ser a feira.

Chegada de nordestinos a São Cristóvão, no início da Feira - Arquivo / Agência O Globo

Chegada de nordestinos a São Cristóvão, no início da Feira – Arquivo / Agência O Globo

“Nesta época, retirantes nordestinos chagavam ao Campo de São Cristóvão em caminhões, vindos para trabalhar na construção civil”, informa o site oficial da Feira.

Esses encontros, que contavam com muita música e comida típica, deram origem à feira que permaneceu ao redor do Campo de São Cristóvão por 58 anos.

A Feira de São Cristóvão, em 1995, quando ainda era montada no Campo de São Cristóvão, no entorno do Pavilhão, à época abandonado

A Feira de São Cristóvão, em 1995, quando ainda era montada no Campo de São Cristóvão, no entorno do Pavilhão, à época abandonado

As décadas passaram e a Feira de São Cristóvão seguiu sendo sucesso. Passou a ser frequentada não só por nordestinos, mas também por cariocas. Em 2003, o antigo pavilhão foi reformado pela Prefeitura do Rio, na gestão Cesar Maia, e transformado no Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas.

Hoje em dia, além de nordestinos e cariocas, turistas de todo o Brasil e até de outros países visitam o Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas.

Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis sempre contribuiu para a valorização da cultura carioca

Tendo como atrativos dezenas de restaurantes com comidas típicas, constantes shows e apresentações e centenas de barracas e lojas com uma infinidade de produtos artesanais do norte e nordeste brasileiros, a Feira já faz parte da cidade do Rio de Janeiro.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Felipe Lucena
Felipe Lucena é jornalista, roteirista e escritor. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar da distância, sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da Cidade Maravilhosa.
Felipe Lucena

Latest posts by Felipe Lucena (see all)

Comente