A charge do FluSócio foi racista sim!

A polêmica desses dias tem sido esta publicação do Twitter do FluSócio:

Pois, o grande Rica Perrone  usou seu Facebook para defender a charge e dizer que é uma piada. Peço desculpas ao Perrone mas é racista e se eu, logo eu, acho isso é porque deve ser bem pior do que imagino.

Não, não é porque representa a dualidade “Flamengo, o Time da Favela, dos negros“, que creio 99% dos torcedores tem orgulho disso, de ser time do povão , e “Fluminense, Time da Elite“, que pelos nomes no quadro de fundadores, realmente é. Isso é uma brincadeira e ninguém leva a sério.

Mas o problema é como retrata a mesma favela, com negros, um deles armado com uma pistola, enquanto outro cospe e um, desta vez branco, faz dedo médio para uma organizada torcida de brancos, bem vestidos e educados. Isso representa racismo sim, Perrone, e da pior espécie, porque está no inconsciente e nem você, nem alguns tricolores consegui enxergar isso.

Nos anos 1980 teria sido publicada? Claro que sim, mas a sociedade evolui, em 30 anos então! Na mesma época um relacionamento entre uma branca e um negro era mal vista, um casal homoafetivo tinha de se esconder. Mas hoje, felizmente, o mundo é outro e uma charge como essa pode gerar toda a polêmica que gerou.

O tal do FluSocio não teve maldade, podem não ser racistas, mas hoje em dia precisamos estar atentos a nossos próprios preconceitos para que possamos continuar evoluindo.

Deixe seu comentário

Quintino Gomes Freire8878 Posts

Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password