Cidade do Rock no Rock in Rio 2017 será no Parque Olímpico - Diário do Rio de Janeiro

Cidade do Rock no Rock in Rio 2017 será no Parque Olímpico

0

Cidade do Rock, Parque Olímpico

A¬†Cidade do Rock vai mudar de lugar novamente, mas sempre na mesma vizinhan√ßa em Jacarepagu√° (ou Barra, fica a seu crit√©rio), desta vez ser√° erguido no¬†Parque Ol√≠mpico.¬†O novo local √© duas vezes mais amplo que o anterior, al√©m de possibilitar o acesso por meio de transporte p√ļblico direto, a partir de Metr√ī e BRT, um dos legados ol√≠mpicos. O Rock in Rio est√° marcado para os dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro de 2017 e receber√° grandes nomes da m√ļsica internacional e nacional, como as atra√ß√Ķes j√° anunciadas: Maroon 5 (16/09), Aerosmith (21/09) e Red Hot Chili Peppers (24/09). E, claro, o ingresso continua naquele pre√ßo que voc√™s j√° sabem.

A nova Cidade do Rock trar√° mais conforto para todos os visitantes que passarem diariamente pelo evento. Nela, os palcos Mundo, Sunset, Eletronica e Street Dance, por exemplo, ser√£o dispostos de forma que o p√ļblico possa transitar com mais facilidade e desfrutar dos espa√ßos em sua totalidade. J√° a Rock Street, este ano inspirada na √Āfrica, ficar√° ainda mais bo√™mia, com mais espa√ßo arborizado, comodidade e ainda um imenso lago artificial que garantir√° mais frescor ao ambiente.

Dentre as melhorias esperadas com o novo espa√ßo, a organiza√ß√£o destaca maior facilidade na circula√ß√£o de p√ļblico nas opera√ß√Ķes de seguran√ßa, limpeza e acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida, al√©m de mais banheiros, posi√ß√Ķes de atendimento nos bares e √°reas de sombra.

O p√ļblico tamb√©m ganhar√° muito em termos de facilidade de acesso, com o sistema de transportes que foi testado com sucesso durante os Jogos Ol√≠mpicos 2016. Quem sair da Zona Sul, por exemplo, levar√° pouco mais de 30 minutos para chegar ao Rock in Rio, utilizando o Metr√ī e BRT. Todo o acesso ser√° facilitado para visitantes de qualquer regi√£o, pois o legado ol√≠mpico permanece. O novo esquema de transportes permite tamb√©m que os impactos no transito do entorno seja muito mais leve. As interdi√ß√Ķes de vias p√ļblicas ser√£o reduzidas a quase zero, permitindo que os moradores da regi√£o tenham ainda mais conveni√™ncia.

Tamb√©m ser√° beneficiado o p√ļblico que vem de fora do Rio de Janeiro, com a amplia√ß√£o da rede hoteleira ao redor do parque – mais um legado ol√≠mpico. Em 2015 foi comprovada a import√Ęncia do festival para o fomento do turismo na cidade. Segundo a RioTur, o festival foi a motiva√ß√£o exclusiva para a vinda de 88,5% dos visitantes no per√≠odo de sua realiza√ß√£o.

Esta √© a s√©tima Cidade do Rock constru√≠da pelo festival – quarta no Rio de Janeiro, fora Lisboa, Madri e Las Vegas – e como as anteriores, acarreta um verdadeiro projeto urban√≠stico para garantir a melhor experi√™ncia poss√≠vel para o p√ļblico. Dentre esquemas de circula√ß√£o de p√ļblico, passagem subterr√Ęnea de fios, infraestrutura de som e ilumina√ß√£o, instala√ß√£o de grama sint√©tica e distribui√ß√£o dos servi√ßos, existe um Rock in Rio que o p√ļblico n√£o v√™.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Quintino Gomes Freire
Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

Comente