Crítica: Serpentina Bar, o bar mais cool da Freguesia

A Lei Seca, o trânsito carioca, a violência, esses fatores levaram a alguns empreendedores a investir mais em bairros carioca fora do circuito Centro, Zona Sul, Barra. Um dos bairros que mais sentem isso é o que moro há 5 anos, a Freguesia, em  Jacarepaguá que tem tido a inauguração de vários restaurantes e bares nos últimos meses.

O mais recente e que virou meu predileto é o Serpentina Bar, na Araguaia, 1480, pertinho do Baixo Araguaia (restaurante espetacular de picanha). Aberto em novembro do ano passado, o bar é dedicado a cervejas e chopes artesanais, são mais de 80 rótulos entre nacionais e importadas. Além de 8 torneiras de chope, que se modificam toda semana.

Essa semana eles tinham entre os oito o chope Mahalo Weiss (1/2 Pint: 12.90. Pint: R$ 19,90). Artesanal carioca, de trigo com teor alcóolico de 5%. Eu, que bebo muito raramente, acabei bebendo 3 1/2 pints, pela total refrescância do chope, ajudado pelo clima descontraído do bar, amplo e bem planejado, com 150 lugares, fiquei em uma mesa debaixo de uma goiabeira, uma delícia. Já a esposa preferiu ir na Red Ale, Old School (1/2 Pint: 12.90. Pint: R$ 19,90), com 5% ABV.

No dia não havia música ao vivo, mas a escolha da trilha sonora era perfeita, rock´n roll de verdade. O que permitiu que petiscássemos a linguiça artesanal picante (R$ 25,90), que vem acompanhado de uma mostarda de maracujá. Como não gosto de mostarda, nem de maracujá, não fui muito fã do molho, a esposa adorou, como era de se esperar. E a linguiça só é levemente picante, deliciosa, e acompanha bem um chope em dia quente.

Finalmente, para comer escolhi o mais simples dos hambúrgueres artesanais da casa. O tradicional burger (R$ 16,90), tem 120g, queijo e ketchup da casa. Como anda em uma fase de quanto mais simples o hambúrguer, melhor, virei fã. Mas o cardápio de sanduíches vai além de hambúrgueres, inclui, por exemplo, o Pork Sour (foto)  feito com fatias generosas de copa lombo, picles de cebola roxa e sour cream. 

Talvez a casa peque pela falta de sobremesa, com exceção de algumas tapiocas, não tem doce. Mas nem creio que seja este o objetivo do local, apenas preciosismo meu. E qualquer crítica sobre isso é esquecida pelo local ser pet friendly. (update: o Rafael, sócio do Serpentina, respondeu dizendo que em março muda o cardápio com a inclusão de mais sobremesas, mas que hoje já tem  um brownie com sorvete de creme e um doce de cerveja!).

O Serpentina Bar tem programações especiais todos os dias seja em promoção do chope Therezópolis Gold, Invasões Cervejeiras, Harmonizações e música ao vivo, sempre com uma pegada de rock e blues às quintas e sábados.
E o morador da região pode aproveitar que eles terão programação especial no Carnaval, sempre às 20hs.
Sábado terá  marchinhas e sambas de carnaval com Luana Dias.
Domingo Roda de Sambís: roda de choro e samba de raiz com Samba Artesanal (com apoio da cervejaria Ampolis, que faz o rótulo Cacildis)
Segunda Rock de Mesa (acústico) com o Dig.
Terça é dia de Rock e Blues com o Fred Chico (Homem banda: toca violão, gaita, cajon e pandeiro ao mesmo tempo, além de cantar)

Serviço

Serpentina Bar Artesanal
Rua Araguaia, 1480, Freguesia
Todos os dias, das 18h à 00h
Tel: (21) 3486-7482

Deixe seu comentário

Quintino Gomes Freire8880 Posts

Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password