História da musical Rua Nascimento e Silva

Muitas ruas da cidade do Rio de Janeiro têm a história ligada à música. Entretanto, poucas são tão marcantes e simbólicas como a Nascimento e Silva, que fica em Ipanema.

Aberta em 1894, pelo Conde de Ipanema, poderoso homem de seu tempo, a Rua logo adquiriu um caráter residencial.

O nome Nascimento Silva veio através do Decreto municipal nº 1165, de 31/10/1917, em homenagem ao Dr. Carlos Augusto do Nascimento e Silva, um engenheiro carioca, muito importante na gestão de Pereira Passos“, conta o historiador Maurício Santos.


Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis sempre contribuiu para a valorização da cultura carioca

No ano 1920, o recenseamento geral realizado pelo Governo Epitácio Pessoa acusou dezanove edificações térreas na Rua. A reforma que foi feita posteriormente mudou um pouco as características iniciais da Nascimento e Silva, que ainda assim seguiu como uma área residencial.

Em 1938, surgiu o segundo clube no bairro, o “Lagoa”, 22 anos após o “The Rio de Janeiro Country Club”, fundado em 1916. Esses clubes, além das atividades esportivas, tinham como intuito reunir jovens para ouvir música e dançar.

Falando em música, como já foi citado, a Nascimento e Silva tem uma sonora história. Na Rua, moraram Antônio Carlos Jobim, Elizeth Cardoso (os dois viveram no mesmo prédio, o 107) e Renato Russo, líder da Legião Urbana.

casa de Tom

Muitas músicas da bossa nova citam a rua. Uma delas é “Carta ao Tom”, dedicada a Tom Jobim, na qual Vinicius e Toquinho cantam: “Rua Nascimento Silva 107, você ensinando pra Elizeth as canções de Canção do Amor Demais”.

Chico Buarque, parceiro e amigo de Tom e Vinícius, compôs uma paródia da canção: “Rua Nascimento Silva, 107, eu saio correndo do pivete tentando alcançar o elevador”.

Na faixa política, a Nascimento e Silva também abrigou gente conhecida. Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, Presidente da República entre 1964 e 1967, Zuzu Angel, estilista e militante política, e Rodrigo Melo Franco, conhecido pela luta em prol da preservação do património histórico nacional, tiveram apartamentos na Rua.

A esquina da bossa

Hoje em dia, a Nascimento e Silva continua lá, soando história para todos nós.

 

Deixe seu comentário

Felipe Lucena486 Posts

Felipe Lucena é jornalista, roteirista e escritor. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar da distância, sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da Cidade Maravilhosa.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password