Breve História e Curiosidades do Morro dos Prazeres - Diário do Rio de Janeiro

Breve História e Curiosidades do Morro dos Prazeres

0

o Morro e suas belezas

Apesar da vista que, de fato, dá prazer de se ter, o Morro dos Prazeres tem esse nome por outro motivo. Localizado em Santa Teresa, esse local é um dos mais interessantes da Cidade Maravilhosa.

Em meados dos anos 1940, o Morro começou a ser dominado por algumas casas. No início, as residências, modéstias, eram distantes umas das outras e habitadas, sobretudo, pessoas de baixo poder aquisitivo.

Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário da Cidade do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis exalta locais que visam a valorização da cultura e história da Cidade Maravilhosa.

Nos anos 1950, durante o governo federal de Getúlio Vargas, o órgão do Estado que fazia a contabilidade de pessoas e habitações no Rio de Janeiro, confirmou pouco mais de mil moradores no Morro dos Prazeres.

Vista do Morro

Diferentemente do que muita gente pensa, o nome Morro dos Prazeres não tem relação com a vista do lugar:

“O sugestivo nome Prazeres, capaz de evocar ideias pagãs, ironicamente foi inspirado em uma Freira. A senhora, que se chamava Maria dos Prazeres, era frequentadora do lugar e costumava realizar orações para a população local”, destacam Ines Garçoni e Sergio Bloch no livro Guia Gastronômico das Favelas do Rio.

Em um levantamento realizado e divulgado no ano de 2010 foram contabilizadas cerca de 650 casas e pouco mais de dois mil moradores no Morro dos Prazeres.

Do alto dos Prazeres, a vista é de arrepiar. Pão de Açúcar, Baía de Guanabara, parte das zonas Norte e Sul, Relógio da Central do Brasil e outros pontos da cidade podem ser vistos de lá.

Arena dos Prazeres

Outro atrativo do alto do Morro dos Prazeres é o conhecido campo de futebol, reformado pelos próprios moradores. A “Arena dos Prazeres” ou o “Prazerão” possibilita lazer e, como em quase todo Morro, uma prazerosa vista aos frequentadores.

Felipe Lucena
Felipe Lucena é jornalista, roteirista e escritor. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar da distância, sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da Cidade Maravilhosa.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente