Breve História e Curiosidades do Morro dos Prazeres - Diário do Rio de Janeiro

Breve História e Curiosidades do Morro dos Prazeres

0

o Morro e suas belezas

Apesar da vista que, de fato, dá prazer de se ter, o Morro dos Prazeres tem esse nome por outro motivo. Localizado em Santa Teresa, esse local é um dos mais interessantes da Cidade Maravilhosa.

Em meados dos anos 1940, o Morro começou a ser dominado por algumas casas. No início, as residências, modéstias, eram distantes umas das outras e habitadas, sobretudo, pessoas de baixo poder aquisitivo.

Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário da Cidade do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis exalta locais que visam a valorização da cultura e história da Cidade Maravilhosa.

Nos anos 1950, durante o governo federal de Getúlio Vargas, o órgão do Estado que fazia a contabilidade de pessoas e habitações no Rio de Janeiro, confirmou pouco mais de mil moradores no Morro dos Prazeres.

Vista do Morro

Diferentemente do que muita gente pensa, o nome Morro dos Prazeres não tem relação com a vista do lugar:

“O sugestivo nome Prazeres, capaz de evocar ideias pagãs, ironicamente foi inspirado em uma Freira. A senhora, que se chamava Maria dos Prazeres, era frequentadora do lugar e costumava realizar orações para a população local”, destacam Ines Garçoni e Sergio Bloch no livro Guia Gastronômico das Favelas do Rio.

Em um levantamento realizado e divulgado no ano de 2010 foram contabilizadas cerca de 650 casas e pouco mais de dois mil moradores no Morro dos Prazeres.

Do alto dos Prazeres, a vista é de arrepiar. Pão de Açúcar, Baía de Guanabara, parte das zonas Norte e Sul, Relógio da Central do Brasil e outros pontos da cidade podem ser vistos de lá.

Arena dos Prazeres

Outro atrativo do alto do Morro dos Prazeres é o conhecido campo de futebol, reformado pelos próprios moradores. A “Arena dos Prazeres” ou o “Prazerão” possibilita lazer e, como em quase todo Morro, uma prazerosa vista aos frequentadores.

Felipe Lucena
Felipe Lucena é jornalista, roteirista e escritor. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar da distância, sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da Cidade Maravilhosa.
Felipe Lucena

Latest posts by Felipe Lucena (see all)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente