Uma Breve História do Parque dos Patins, na Lagoa - Diário do Rio de Janeiro

Uma Breve História do Parque dos Patins, na Lagoa

0

Vista de cima do Parque

Construções mais recentes também têm seu valor histórico. O passado e o presente do Parque dos Patins, no bairro da Lagoa, comprovam isso.

Construído em 1995, na gestão de César Maia, no lugar onde ficava o Trivoli Park, o Parque dos Patins surgiu como alternativa para uma cidade que precisava de espaços abertos para o lazer.

Após esses anos de glória, o Tivoli Park passou por momentos menos felizes. Alguns acidentes e outros problemas levaram a Prefeitura do Rio, em 1995, a fechar o Parque, o que acabou abrindo espaço para o futuro Parque dos Patins.

Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário da Cidade do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis exalta locais que visam a valorização da cultura e história da Cidade Maravilhosa.

As obras para que o Parque dos Patins pudesse funcionar plenamente foram simples e logo ficaram prontas, abrindo o novo espaço na Zona Sul carioca.

Já em 2010, durante o governo do prefeito Eduardo Paes, a área infantil do Parque dos Patins foi revitalizada pela Secretaria Municipal de Conservação do Rio de Janeiro.

o centro do Parque

Nesta reforma, os brinquedos de concreto foram totalmente repaginados, ficando ainda mais seguros. Para aumentar a circulação e o uso, foram criadas mais aberturas no muro de pedra que circunda o Parque. Além disso, foi criado um circuito de ciclovia.

“A revitalização é apenas um dos trabalhos desenvolvidos no entorno da Lagoa que ganhou ainda uma nova iluminação com 152 pontos de luz e 1.900 metros quadrados de pedras portuguesas refeitos. A Lagoa é o grande quintal do carioca e precisa ser bem cuidada“, disse o prefeito Eduardo Paes, à época, em entrevista ao jornal O Globo.

O processo de revitalização contou também com o plantio de novas espécies de árvores como palmeira imperial, coqueiros, ipês roxos, coqueiros, entre outros.

área para crianças

Com essa revitalização da área de 12 mil metros, foram aplicados 3.200 metros quadrados de grama, para favorecer a drenagem.

Atualmente, o Parque dos Patins tem estrutura para prática de patinação, bungee jumping, cama elástica, bicicleta e skate. Também é palco de apresentações de música e do Oi Vert Jam, competição de skate vertical que faz parte do Campeonato Mundial de Skate.

O Parque dos Patins também conta, ainda, com diferentes opções de gastronomia, banheiros públicos e estacionamento. Diversão para toda a família.

 

Felipe Lucena
Felipe Lucena é jornalista, roteirista e escritor. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar da distância, sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da Cidade Maravilhosa.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente