História do Relógio da Glória

Anos 1950

Um dos bairros mais tradicionais da cidade do Rio de Janeiro, a Gloria tem muitos atrativos históricos. O Relógio é um dos pontos marcantes e literalmente pontuais do local.

Localizado na Rua da Glória, em frente à Cândido Mendes, o Relógio foi instalado na gestão do prefeito Pereira Passos, em uma ação de embelezamento do Bairro.


Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário da Cidade do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis apoia construções e iniciativas que visam o crescimento da Cidade Maravilhosa sem que as características mais simbólicas do Rio se percam

Pereira Passos mandou retirar a balaustrada de bronze que circulava a Praça Tiradentes, no Centro do Rio, e transferi-la para a Avenida Augusto Severo. O Relógio teve a finalidade de arrematar o conjunto”, destaca o Rio e Cultura.com.

Antiga imagem do Relógio e do Bairro

A inauguração se deu no dia 15 de abril de 1905. À época, foi a Companhia de Ferro Carril do Jardim Botânico (também responsável pelos bondes da cidade) quem fez a iluminação do Monumento, que é formado por uma coluna de 7,5 metros de altura.

A máquina do Relógio foi instalada pelo relojoeiro alemão Frederich Krussman. O material utilizado na construção da peça é francês.

Em 1980, houve um problema. O Relógio da Glória foi quebrado. Um relojoeiro comum se ofereceu para consertar, de graça, a peça, mas não conseguiu. Muitos tentaram corrigir o erro, porém, sem sucesso. O tempo foi passando e os ponteiros do Relógio seguiam parados. A falta de informação dificultou o reparo, que só foi concluído em 1986.

O Relógio é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Artístico-Cultural – INEPAC. Apesar disso, como boa parte dos monumentos cariocas não escapa dos atos de vandalismo. O que é lamentável.

A Igreja ao fundo

Atualmente, quem passa pelo Relógio da Glória ainda pode acertar a hora de modernos relógios de pulso ou celulares nesse Monumento histórico. Além de apreciar o indiscutível charme da obra.

Deixe seu comentário

Felipe Lucena484 Posts

Felipe Lucena é jornalista, roteirista e escritor. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar da distância, sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da Cidade Maravilhosa.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password