História de Bangu - Di√°rio do Rio de Janeiro

História de Bangu

112

Fabrica Bangu O blogueiro e micronacionalista Bruno Fontes me mandou um email com a hist√≥ria de Bang√ļ. N√£o tem o que falar, a pessoa que fez (infelizmente n√£o sei, como Fontes chamou minha aten√ß√£o, ele recebeu sem a fonte) est√° de parab√©ns, seria √≥timo que todos os bairros cariocas tivessem algo similar.

Só fiz uma pequena atualização com a inauguração do Calçadão de Bangu, do Shopping Bangu, já que acabava em 1995, e relembrei o importantíssimo vice-campeonato do Brasileiro que o Bangu Atlético Clube conquistou em 1985. Para quem quiser a história do time, é só ir aqui.

Fique com a história de Bangu:

1673 – Manoel de Barcelos Domingues constr√≥i uma capela particular em sua Fazenda do Bang√ļ onde ficava o Engenho da Serra.

1740 – Jo√£o Manoel de Melo recebeu por sesmaria a Fazenda do Bang√ļ.

1743 – Jo√£o Freire Alem√£o comprou da vi√ļva de Jo√£o Manoel de Melo a Fazenda do Bang√ļ.

1798 – Dona Anna Francisca de Castro Morais e Miranda √© donat√°ria da Fazenda do Bang√ļ.

1870 – Manoel Miguel Martins (Bar√£o de Itacuruss√°) √© o novo propriet√°rio da Fazenda do Bang√ļ..

1877 РMarcos José Vasconcelos é o proprietário da Fazenda Retiro.

1889 РNo dia 6 de fevereiro, por deliberação da Assembléia dos Acionistas, foi constituída a Companhia Progresso Industrial do Brasil (CPIB).

A região da Freguesia de Campo Grande foi escolhida para a implantação da Fábrica de Tecidos por haver grandes manciais indispensáveis ao seu funcionamento.

Foram comprados cerca de 3.600 hacres de terra a saber; Fazenda do Bang√ļ, Fazenda do Retiro, S√≠tio do Agostinho e S√≠tio dos Amaraes pela quantia de 132.137$910 R√©is.

Toda Essa região fica a margem da Estrada de Ferro Central do Brasil, distante cerca de 1 hora do Centro. A construção da Fábrica entregu à firma The Morgan Snell and Co. da praça de Londres, pelo preço total de 4.100.00$000 Réis.

A primeira Diretoria ficou assim constituída:

Presidente: Estevão José da Silva

Secret√°rio: Ant√īnio Xavier Carneiro

Tesoureiro: Manoel Moreira da Fonseca

O Edif√≠cio da F√°brica ser√° constru√≠do na √°rea da Fazenda do Bang√ļ, ter√° cerca de 18.649m¬≤ com forma retangular cujos lados medem 174,9m e 106,63m.

A fachada da F√°brica est√° orientada no sentido leste-oeste e voltada para o leito da Estrada de Ferro √† qual ficar√° ligada por um ramal partindo da Esta√ß√£o Bang√ļ, com 400m de extens√£o e terminando no p√°tio central, junto aos dep√≥sitos e armaz√©ns.

O pr√©dio foi inspirado num padr√£o de arquitetura industrial tipicamente ingl√™s denominado Brit√Ęnica Manchesteriana que caracteriza-se por apresentar fachadas com tijolos aparentes vermelhos, de estrutura s√≥bria e pesada em planos sim√©tricos

Comprado também os sítios Agostinho e Amaraes.

Bangu Atlético Clube 1890 – √Č inaugurada a Esta√ß√£o de Bang√ļ da Estrada de Ferro Central do Brasil.

A primeiro de junho foi reconstruído um engenho que estava em ruínas na Fazenda do Retiro.

Come√ßou a constru√ß√£o da chamin√© da F√°brica que ter√° 57m de altura, 4,12m de di√Ęmetro na parte inferior e 2,44m na parte superior. A base octagonal mede 7,45m entre as faces paralelas.

1891 – Chegam os t√©cnicos t√™xteis ingleses contratados pela F√°brica Bang√ļ..

Surge o primeiro n√ļcleo comercial no Marco 6 com os comerciantes Sabino Moura, Teobaldo Molica e Em√≠lio Pav√£o.

Concluído o encanamento desde o reservatório do Guandu até a Fábrica.

Comprado o Sítio do Padre Telêmaco de Souza Velho e mais a cachoeira pela quantia de 1.500$000 Réis.

1892 – √Č Fundada a Sociedade Musical Progresso de Bang√ļ, a 24 de janeiro.

Concluído o edifício e assentada toda a maquinária

A Diretoria tomou conta da F√°brica para experiment√°-la, no dia 11 de julho.

1893 – A 8 de mar√ßo teve lugar a inaugura√ß√£o da F√°brica com uma festa honrada com a presen√ßa do Vice-Presidente da Rep√ļblica, Marechal Floriano Peixoto e do Prefeito do Distrito Federal.

Iniciada a constru√ß√£o da Vila Oper√°ria com 95 casas na Rua que seria denominada Estev√£o. (atual C√īnego de Vasconcelos).

O pessoal ativo em 31 de dezembro era:

Homens – 310

Mulheres – 171

Meninos – 165

Meninas – 99

Mais de 800 teares est√£o em movimento.

1895 – √Č criada a Banda de M√ļsica dos Oper√°rios da F√°brica.

Com a ren√ļncia do Comendador Esrtev√£o Jos√© da Silva a Diretoria ficou assim:

Presidente: Manoel Ant√īnio da Costa Pereira

Secret√°rio: Eduardo Gomes Ferreira

Tesoureiro: José Clemente de Carvalho

1896 РA chaminé da Fábrica está apresentando algumas fendas nas paredes e busca-se uma solução.

1897 – Com a ren√ļncia do Tesoureiro Jos√© Clemente de Carvalho tomou posse em seu lugar o Sr. Jo√£o Ferrer.

Para escoamento das √°guas foi aberta uma vala entre os quintais das casas das Ruas Estev√£o e Fonseca.

1900 – O antigo Engenho da Fazenda Retiro foi demolido e constru√≠do um novo com o nome de Santo Ant√īnio.

O engenho produzir√° aguardente, a√ß√ļcar, farinha de milho, farinha de trigo, farinha de mandioca, polvilho, descasque de arroz, o fub√° e o a√ß√ļcar ser√£o doados aos oper√°rios.

Para melhor escoamento do produto a F√°brica construiu uma linha de trem de bitola estreita ligando o engenho ao leito da Esta√ß√£o de Bang√ļ.

Uma pequena m√°quina a vapor e dois vag√Ķes que cruzando o pequeno rio existente pr√≥ximo √† Esta√ß√£o de Bang√ļ onde foi constru√≠da a ponte S√£o Jo√£o.

Na Fazenda Retiro em uma elevação qual uma meia laranja está sendo construído um chalé medindo 16m de lado para a residência do administrador.

Foi cedida uma casa na Fazenda Bang√ļ onde funcionar√° a Caixa Beneficente dos Oper√°rios dirigida pelo m√©dico Francisco Borges e o farmac√™utico Alatamiro de Oliveira

1901 РO professor Thimóteo Ribeiro de Andrade cria o primeiro grupo escolar em sua residência que será chamada Ribeiro de Andrade.

1903 РO professor Jacinto Alcides também leciona em sua residência na Rua do Comércio, que mais tarde receberá o seu nome.

√Č fundado o Grupo Carnavalesco Flor de Lira.

1904 – Um grupo de oper√°rios ingleses e brasileiros fundaram o “The Bangu Athletic Club”, em 17 de abril.

O prédio que a Fábrica está construindo para ser uma cooperativa será transformado em uma escola para os filhos dos operários e receberá o nome de Presidente Rodrigues Alves.

Foi feita a recuperação da chaminé com a colocação de 34 cintas de aço em toda sua extensão. Para executar esse trabalho foram contratados 3 homens na Inglaterra especializados no assunto.

1905 – Inaugurado pela F√°brica Bang√ļ a escola para os filhos dos oper√°rios denominada Presidente Rodrigues Alves, em 30 de junho e o seu diretor √© o Professor Jacintho Alcides.

Com o perigo de ruir o galp√£o na rua Fonseca onde era a sede da Sociedade Musical Progresso de Bang√ļ, a F√°brica come√ßou a construir uma nova sede na Rua Estev√£o (Rua Ferrer).

1906 – Com um jogo entre oper√°rios √© inaugurado o Campo do Bangu Athletic Club, situado na Rua Ferrer (antes chamada de Rua Estev√£o e mais tarde chamada de Rua C√īnego de Vasconcelos).

Comprado o pr√©dio da Rua Primeiro de Mar√ßo, n√ļmero 38 onde ser√° o escrit√≥rio central da F√°brica Bang√ļ.

Iniciada a busca de novos mananciais na Serra de Bang√ļ a cargo do Engenheiro Orozimbo do Nascimento. Famoso pela constru√ß√£o de Belo Horizonte.

Em dezembro completaram o primeiro ano do curso escolar os seguintes alunos: Ant√īnio Carregal, Jos√© de Barros, Henrique Torrentes, Hermenogildo Guimar√£es, Francisco Nascimento, Hor√°cio Carvalho e Noberto Santana.

1907 – A 2 de fevereiro √© fundado o Gr√™mio Philom√°tico Rui Barbosa, uma casa de cultura, com sede numa casa da Vila Oper√°ria na esquina da Rua Estev√£o com a Estrada Rio-S√£o Paulo (Av. C√īnego de Vasconcelos com Rua Francisco Real).

Inaugurado no dia 1¬į de maio o pr√©dio que abrigar√° a Sociedade Musical Progresso do Bang√ļ que passa a chamar-se Casino Bang√ļ. O pr√©dio √© o do n¬į 127 da Rua Estev√£o (atual Av. C√īnego de Vasconcelos).

Constru√≠das duas represas e um reservat√≥rio com capacidade para 550 mil litros de √°gua situado na regi√£o do Rio da Prata a 350 metros acima do n√≠vel do mar, com volume d’√°gua captado em 24 horas igual a 5.200.000 litros.

A primeiro de maio foi inaugurada a sede da Sociedade Musical Progresso de Bang√ļ constru√≠da pela F√°brica Bang√ļ, na Rua Estev√£o, 127. A Sociedade Musical passa a chamar-se Casino Bang√ļ.

Criado o Sindicato dos Trabalhadores em F√°brica de Tecido, da Uni√£o dos Oper√°rios em F√°bricas de Tecidos.

Igreja de Santa Cecília 1908 – Criado o Curato de Bang√ļ e a Par√≥quia de S√£o Sebasti√£o e Santa Cec√≠lia.

Iniciada pela F√°brica Bang√ļ a constru√ß√£o da Igreja em Bang√ļ. Chega a Bang√ļ o primeiro Par√≥quo, Dr. V√≠tor Maria Coelho.

O Casino Bang√ļ adquire um cinemat√≥grafo Path√© e faz exibi√ß√Ķes de cinema para os seus associados.

Conclu√≠do todo o servi√ßo de capta√ß√£o d’√°gua do Rio da Prata sob a dire√ß√£o do Sr. Joan Vidal, dedicado t√©cnico franc√™s no setor de hidr√°ulica.

Concluída a canalização desde aquele local até o reservatório de forma octagonal construído na Rua da Usina próximo a pedreira.

Junto ao reservat√≥rio foi constru√≠do um pr√©dio de 5 metros de lado que abrigar√° uma Roda Pelton que acionada pela queda da √°gua gerar√° energia el√©trica para as se√ß√Ķes de gravura, estamaparia e para a casa dos oper√°rios.

A F√°brica Bang√ļ esteve presente na exposi√ß√£o Nacional da Ind√ļstria montando na Praia Vermelha um belo pavilh√£o todo de madeira.

Os vários tecidos expostos foram muito apreciados fazendo jus aos prêmios:

Tecidos: Grande Prêmio

Gravura Mec√Ęnica: Medalha de Ouro

Triconia: Medalha de Ouro

1909 РA 9 de março foi inaugurado o Grupo Carnavalesco Prazaer das Morenas.

A F√°brica recebeu a visita do Vice_Presidente da Rep√ļblica Nilo Pe√ßanha.

Com festas nos dias 9, 10 e 11 de maio a Par√≥quia √© entregue ao P√ļblico.

1910 – √Č oficialmeente inaugurada, a 10 de mar√ßo, a Igreja de S√£o Sebasti√£o e Santa Cec√≠lia. Na missa inaugural estiveram presentes o Comendador Costa Pereira, Presidente da F√°brica Bang√ļ, e sua esposa que doaram a imagem de Nossa Senhora, que foi colocada no centro do altar.

Iniciada a constru√ß√£o de um pr√©dio anexo ao da F√°brica para expans√£o de algumas se√ß√Ķes.

Para facilitar o transporte de passageiros e cargas a F√°brica inicia a constru√ß√£o da circular possibilitando que alguns trens retornem de Bang√ļ.

1913 – Inaugurado o cinema √ćtalo-Brasil, mais tarde Recreio, no Marco 6, os propriet√°rios eram os irm√£os Pedro e Bartholomeu Rugiero.

Inaugurada no Marco 6 A Igreja Evangélica Brasileira.

Totalmente constru√≠do o pr√©dio anexo ao lado direito da F√°brica para abirgar mais 6 se√ß√Ķes.

1916 РComeça a ser instalada a rede de esgotos nas casas dos operários.

Em virtude da guerra na Europa surgem algumas dificuldades com a nvegação marítima que traz matéria-prima para a Fábrica

1917 РA Escola Presidente Rodrigues Alves é doada à Prefeitura do Distrito Federal e passa a chamar-se Martins Junior.

Criado o Sindicato dos Trabalhadores Tecel√Ķes.

1919 РInaugurada a Igreja Evangélica na Rua Silva Cardoso.

Pedem demiss√£o do Cargo o Presidente Costa Pereira e o Diretor Secret√°rio Sr. Jo√£o Ferrer.

1920 – Os irm√£os Rugiero fecham o Cinema Recreio e inauguram o cinema Bang√ļ na Rua Estev√£o.

Inaugurado o Centro Espírita Luz e Amor, na Rua Silva Cardoso.

Inaugurado o Centro Esp√≠rita Pedro de Alc√Ęntara na Rua Ribeiro Dantas.

Inaugurado o Centro Espírita João Batista na Estrada do Engenho.

Inaugurada a Ação Cristã Vicente Moreti, na Rua Maravilha.

1921 РAcréscimo e melhoramentos nos prédios da Igreja e da Escola.

1922 РO Dr. Manuel Guilherme da Silveira Filho é o novo Diretor-Presidente da Fábrica.

1925 РInaugurado o Grêmio Literário Rui Barbosa em Substituição ao Grêmio Philométrico.

1926 – A F√°brica recebe a visita do Presidente da Rep√ļblica Washington Luiz e do Deputado J√ļlio Prestes e lhes oferece um banquete no Casino Bang√ļ.

1929 – O pr√©dio que servia de sede ao Casino Bang√ļ foi retomado pela F√°brica. O Casino mudou-se para a Rua Fonseca, no mesmo local aonde se encontra hoje a sua moderna sede.

√Č criado o departamento Territorial.

O Presidente Dr. Guilherme é licenciado para exercer o cargo de Presidente do Banco do Brasil.

1931 РO prédio onde funcionava o Casino passa a ser a sede do Bangu Club, recentemente criado por um grupo de operários.

1932 – A 17 de abril √© inaugurada a Igreja Presbiteriana de Bang√ļ, na Rua J√ļlio Cezar.

1933 – O Bangu Athletic Club conquista o primeiro campeonato de Futebol Profissional realizado no Rio de Janeiro.

Com uma subesta√ß√£o inaugurada na Rua Progresso, atual Rangel Pestana, a Light passa a distribuir energia el√©trica em Bang√ļ.

Fundado o Ceres Futebol Clube, com, sede e campo na Rua da Chita.

A F√°brica fica parada por 45 dias em virtude de uma greve.

1935 – Em terreno doado pela F√°brica, na Av. Santa Cruz, √© inaugurada a Escola Get√ļlio Vargas.

Toma posse na Fábrica como Administrador o Sr. Manoel Soares de Vasconcelos que chefiava o escritório Central.

A F√°brica recebe a visita do Presidente Get√ļlio Vargas que admirou-se ao ver o seu retrato sendo tecido por um oper√°rio.

Um banquete no Sal√£o do Bang√ļ “que √© o centro de divers√Ķes dos nosso oper√°rios”, foi oferecido ao Presidente.

Foi inaugurada a Ag√™ncia da Caixa Econ√īmica em pr√©dio doado pela F√°brica na esquina da Rua Fonseca com Francisco Real.

Uma tromba d’√°gua que caiu na regi√£o do Guandu causou grandes danos ao reservat√≥rio.

1937 – A 15 de novembro √© fundado o Gr√™mio Recreativo Escola de Samba Unidos de Bang√ļ.

Inaugurada a primeira ag√™ncia da Caixa Econ√īmica Federal em uma casa cedida pela F√°brica, na esquina da Rua Fonseca com Estrada Rio-S√£o Paulo, atual Rua Francisco Real.

1938 – Chega a Bang√ļ o Pres. Get√ļlio Vargas para inaugurar o Centro de Sa√ļde e Hospital Almeida Magalh√£es para tratamento de tuberculose, constru√≠do em terreno doado pela F√°brica.

O Presidente Get√ļlio Vargas tamb√©m inaugura uma placa de bronze no Centro de Sa√ļde na Rua Silva Cardoso, n¬į 145.

1939 – O Bangu Athletic Club passa a ter sua sede onde funcionava o Bangu Club que foi extinto.

O Engenheiro Dr. Guilherme da Silveira Filho, Dr. Silveirinha, é investido da função de chefe do Departamento Territorial da Fábrica.

1940 – A F√°brica faz doa√ß√£o de terrenos para a instala√ß√£o do Hospital Guilherme da Silveira, para 19¬™ Divis√£o de Via√ß√£o e para a limpeza P√ļblica.

1942 РInaugurada a Escola do SENAI, hoje Colégio Leopoldina da Silveira, em prédio doado pela Fábrica, na Rua da Feira.

Come√ßa a constru√ß√£o dos n√ļcleos residenciais para os oper√°rios e 114 casas j√° est√£o constru√≠das.

Iniciada a construção do prédio para o Departamento Territorial.

1943 РIniciada a construção da Escola Textil conforme acordo com o SENAI, situada na Rua da Feira.

1944 РInauguração da Creche Modelo e dos Ambulatórios de Medicina e Cirurgia.

1945 РEm janeiro é inaugurada a Igreja São Lourenço, na Av. Ministro Ary Franco.

Estádio Moça Bonita 1947 – A 23 de setembro foi inaugurado o Centro Esp√≠rita Prece aos Sofredores, passando mais tarde a ter sua sede na Rua dos Tintureiros.

A 15 de novembro é inaugurado o novo campo do Bangu Athletic Club, Estádio Proletário Guilherme da Silveira (Moça Bonita), construído pela Fábrica.

1948 – A F√°brica recebe a visita do Presidente Eurico Gaspar Dutra. Ap√≥s banquete que lhe foi oferecido no Sal√£o do Bang√ļ o Presidente foi conhecer o Est√°dio Prolet√°rio.

1949 – A 22 de setembro √© inaugurada a Obra de Assist√™ncia a Inf√Ęncia de Bang√ļ idealizada pelo Dr. Ant√īnio Gon√ßalves da Silva, na Rua Silva Cardoso.

1951 – Inaugurado o Gin√°sio Daltro Santos.

1952 – A alta qualidade dos tecidos Bang√ļ, a variedade e a beleza dos padr√Ķes s√£o comprovadas nos grandes desfiles realizados nas principais cidades do pa√≠s. A marca Bang√ļ come√ßa a projetar-se internacionalmente.

1966 – Pela segunda vez o Bangu Athletic Club vence o campeonato Carioca de Futebol.

1968 – A 14 de fevereiro √© fundada a Associa√ß√£o Comercial e Industrial da Regi√£o de Bang√ļ – ACIRB.

1969 – A 15 de outubro √© fundado o Lions Clube Bang√ļ.

1979 РInaugurado o Fórum na Rua Silva Cardoso.

1983 РInauguração do Monumento dos Pracinhas, na Praça da Fé.

1985 РBangu Atlético Clube torna-se vice-campeão Brasileiro.

1990 РA Fábrica é vendida ao Grupo Dona Izabel.

Bangu Shopping 1991 – A 22 de abril √© inaugurado o Cal√ßad√£o na Av. C√īnego de Vasconcelos.

Inaugurado o CIEP Célia Martins Mena Barreto em junho.

1994 – Inaugurado o Centro Cultural da Regi√£o de Bangu, em 24 de maio, com sede na Rua Silva Cardoso.

Inaugurado o CIEP Dr. Guilherme da Silveira no Jardim Bangu, em outubro.

Inaugurada a nova agência do Banerj, em 7 de novembro, no calçadão.

A 12 de novembro é inaugurado o Viaduto Valdemar Vianna em Padre Miguel.

1995 – Decreto de 10 de maio deterrmina o tombamento definitivo da F√°brica Bangu.

2004 РInaugurado o Calçadão de Bangu.

2007 Em 30 de outubro as instala√ß√Ķes da F√°brica Bangu torna-se o Shopping Bangu

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Quintino Gomes Freire
Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.
Quintino Gomes Freire

Latest posts by Quintino Gomes Freire (see all)

Comente