Hoppy New Year – Um Revéillon Cervejeiro na Lagoa

Parece um sonho mais é verdade, e esse sonho tem nome Hoppy New Year isso mesmo, o Reveillon da cervejaria OverHop chegou para fazer aquele diferencial. Chega fim de ano e vários hotéis e casas noturnas organizam várias festas para virada de ano, muitas dessas verdadeiras obras de arte, lugares lindos comidas maravilhosas e convidados vips mas e a cerveja, noixxx que é do bonde da cerveja artesanal e especial sofremos muito porque nessas festa o que sempre rola são as cervejas comerciais. Mas graças aos Deuses cervejeiros que tocaram na mente do time da OverHop e maravilhosamente teremos um réveillon cervejeiro.

As cervejarias OverHop e The Doctor’s Brewery se uniram para fazer a “Hoppy New Year” – uma festa no modelo All Inclusive que será realizada em uma das paisagens mais lindas do Rio: a Lagoa Rodrigo de Freitas, no quiosque Joseph, próximo ao Parque Nacional da Catacumba.

O evento terá muita cerveja artesanal – claro! Todas as cervejas de linha da OverHop estarão plugadas: Hazy, HopGoddess, StartUp, SweetSofia, Darkhop, One Love, OverLab Mosaic, Wee 80, Mango Jelly e a NOVA OverLab, que será lançada lá, com o Quebec Cascade safra 2017, enviado especialmente para a ocasião.

Além disso, o buffet também vai contar com drinques, refrigerante, suco e água, culinária japonesa, ceia, salgados, frutas e café da manhã.

A animação ficará por conta da Banda Animals e DJ tocando nos intervalos. Além disso, haverá um Espaço Kids para entreter a criançada.

O primeiro lote já está à venda no Sympla, no valor de R$ 380,00 com a taxa do site já inclusa e podendo parcelar em duas vezes sem juros.

Bicho são quase 10 horas de festa, imperdível para o público cervejeiro, paisagem linda, gente bacana muita alegria e cerveja, fora o lançamento exclusivo de mais um rotulo da OverHop.

Seria “Hoppy New Year” ou Happy New Beer?

Deixe seu comentário

Flávio Lima25 Posts

Flávio Lima é cervejeiro caseiro e administrador do Instagram Bares cariocas.
Triatleta de garfo, faca e copo com mais de 400 bares visitados, tem um imenso amor a boemia carioca do Pé sujo ao PUB.
Formado em botecoterapia e usuário de doses nada homeopáticas do líquido sagrado, segue de bar em bar evoluindo e compartilhando a cultura de boteco, em especial o maravilhoso mundo das cervejas artesanais.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password