Inércia de Crivella pode atrapalhar o carnaval de rua do Rio em 2017 - Diário do Rio de Janeiro

Inércia de Crivella pode atrapalhar o carnaval de rua do Rio em 2017

0
Carnaval de Rua 2016 - Giro do Arar e Anita - Foto Fernando Maia/Riotur

Carnaval de Rua 2016 – Giro do Arar e Anita – Foto Fernando Maia/Riotur

Há 10 anos o DDR publica a sua agenda de carnaval de rua do Rio, em 2017, é claro, não seria diferente. Não esperamos nem a publicação oficial da Prefeitura do Rio, é que os blocos tem uma tradição de saírem nos mesmos dias (contados a partir da data oficial do carnaval) e nos mesmos lugares (salvo quando há obras ou se cresceu demais e não tem mais como comportar o bloco). Mas parece que a inércia do atual prefeito, Marcelo Crivella (PRB), pode prejudicar o nosso carnaval de Rua.

De acordo com a Berenice Seara, Extra, a agenda oficial já era para ter sido divulgada mas além de ter exonerado o responsável pela supervisão dos blocos, Crivella ainda não nomeou ninguém em seu lugar. Como foi dito em editorial de ontem, a Prefeitura do Rio está acéfala em vários cargos importantíssimos,e o prazo dado pelo prefeito para reestruturação das secretarias e órgãos públicos, é de 60 dias. Bem, até aí passou o Carnaval e a cidade pode perder milhões em dinheiro circulando e empregos.

Como se não bastasse, a coluna diz que o presidente da RioTur, Marcelo Alves, que pelo jeito pouco entende do carnaval de rua carioca, diz que quer concentrar os maiores blocos na Presidente Vargas. Só que esquece que por causa do desfile das Escolas de Samba é necessário que a avenida fique aberta para a passagem dos carros alegóricos. Então teria de mudar a data de um dos blocos mais tradicionais do país, o Bola Preta.

Pois é, o estilo de governar de Crivella tem mandado péssimos sinais para os cariocas. A sorte é que o Carnaval este ano começa mais tarde e dá uma folga de tempo para que ele implemente alguma política para o setor, mas que seja rápido, o relógio é seu inimigo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Quintino Gomes Freire
Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

Comente