Livro Rio: Zona de Guerra - Diário do Rio de Janeiro

Livro Rio: Zona de Guerra

0

Rio Zona de Guerra

Dia destes, não me lembro bem como, me foi sugerido a leitura do livro Rio: Zona de Guerra, de Leo Lopes, um livro que mostra um Rio de Janeiro em um futuro distópico, dominado por hiper mega corporações que assumem o papel do Estado, que não tem mais condição de manter a ordem e a segurança.

Imagine um Rio de Janeiro completamente destruído, com a Zona Sul completamente dominada pelo mar, dividida em gangues, tendo como única região segura a Fronteira, formada pelos bairros da Barra e do Recreio, atrás de uma muralha intransponível e protegido pelas megacorporações! O resto, bem, são as Zonas de Guerra, onde a violência e o medo dominam.

E é na Zona de Guerra do Méier que mora o herói do livro, Carlos Freitas, um detetive gordo, querido pelos moradores do bairro e que é contratado para resolver o assassinato de uma prostituta na Barra. Freitas é uma figura ímpar, pois tem o direito de morar na Fronteira, mas prefere viver na Zona de Guerra, ex-policial de uma megacorporação (como disse, as megacorporações fazem o papel de Estado e cada um tem sua própria milícia) se envolve em uma trama muito maior do que esperava.

Quem curte ficção policial em estilo “technoir”, distopias e livros que tem o Rio de Janeiro como cenário vai gostar do Rio: Zona de Guerra. Não espere um clássico, é despretensioso, simples. Mas ver a geografia e edifícios cariocas sendo descritos dão um gosto todo especial.

Está a venda por R$ 30 no site da Avec Editora, se você tiver um Kindle está por R$ 18,29 na Amazon.

Quintino Gomes Freire
Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.
Quintino Gomes Freire

Latest posts by Quintino Gomes Freire (see all)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente