Marco Antônio, seu pai é responsável pela crise sim

Hoje o deputado federal Marco Antônio Cabral (PMDB/RJ), filho de Sérgio Cabral (PMDB/Bangu), escreveu, em coluna no jornal O Globo, uma tentativa de defesa do governo de seu pai. Para Marco Antônio é uma covardia ligar a crise financeira aos 7 de governo de Cabral. Peço desculpas, mas sim, o pai é diretamente responsável.

Ele fala de algumas conquistas do pai, como as UPPs, que como a atual crise de violência mostra, foi um fracasso, não era política de segurança, serviu apenas por alguns anos, até que mostrou-se que não dá para ter aquele número de policiais em todas as favelas do Rio. Fala das conquistas na Saúde, como se o secretário de saúde da época, Sérgio Côrtes, também não estivesse preso por corrupção. De educação, como se a UERJ não estivesse sucateada e paralisada. E do Transporte, esquecendo que ontem o esquema levou a prisão empresários e políticos. E por aí vai.

Não Marco, Sergio Cabral fez algumas coisas no estado, mas ao que parece nenhuma delas tinha o objetivo de melhor a vida da população. Cada ação, demonstra os mais de 13 processos contra ele e seus associados, tinha por objetivo tungar o patrimônio de nosso estado, como se o bolso do contribuinte fosse sem fundo.

Não consigo imaginar um cenário em que se ache o que o ex-governador roubou pouco. E se levar em conta que levou algum para que empreiteiros, empresários de ônibus e da saúde e de tantos outros ramos, levassem muito. Não pagaram dez, para levar onze, se pagou dez, para levar cem.

E não ache que a crise é só pela falta de dinheiro não, a crise também é ética e de confiança. Hoje o carioca desconfia de qualquer representante do governo.

E se você termina o seu texto dizendo que os dados provam que fez a melhor gestão que o Rio já teve e que se assusta a ver pessoas esclarecidas colocando nele a culpa pelo que o Rio vem passando, eu termino o meu dizendo que os dados só mostram que ele fez o governo mais corrupto que o Rio já teve e que me assusto a ver um deputado federal, mesmo filho de quem é, defendendo tamanha falta de ética, compromisso e honestidade.

Quintino Gomes Freire8812 Posts

Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

Comente

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password