Mulher carioca: Máquina do Sexo? | Diário do Rio

Mulher carioca: Máquina do Sexo?

22

Rio for Partiers Gerou um certo burburinho um artigo de uma revista que faz o roteiro para turistas que procuram “festejar”, e na edição chama “Rio for Partiers” (“Rio Para Festeiros”), eles dividem as mulheres cariocas em 4 tipos:

  1. Britneys – são as filhinhas de papai, elas se vestem como Britney Spears, elas são lindas mas não deixam ninguém paquera-las. Por que? Elas tem uma lista de pretendentes da antiga escola de 2 o grau, da faculdade, os filhos dos amigos de seus pais etc etc. Normalmente elas são metidas. Esqueça elas, a não ser que você seja apresentado a uma
  2. Popozudas – grande bunda, e são maquinas se sexo. Elas malham, vestem calças apertadas que entra no bumbum, pintam o cabelo de louro e fazem de tudo para ficarem lindas. Bom investimento, já que o motel é sempre uma possibilidade com estas gatas… se você também é sarado
  3. Hippies/Ravers – as mais divertidas, fáceis de se chegar, boas de papo, difícil de beijar, fácil de beber e se divertir com elas
  4. Balzacs – gosta de se divertir, dançar, beber e beijar. Trate ela com uma dama e elas o tratarão com um rei, talvez não esta noite, mas amanhã com certeza.

Devido a classificação “Popozudas”, a Advocacia Geral da União (AGU) entrou com uma ação para tirar publicação de circulação e obrigá-la a pagar multa diária. Quem pediu o ajuizamento da ação foi a Embratur, que alegou que a publicação incentiva práticas sexuais.

 

Bem… não sei se a publicação realmente incentiva o turismo sexual, não mais do que a gente fala de Cancun e muito menos do que um desfile de Grupo Especial mostra. A divisão, inclusive, poderia ser feita em qualquer lugar do mundo…

 

Se na matéria diz das popozudas, também fala de mulheres difícies e daquelas que só querem dançar… E pelo que vi não há nenhuma dica de local para prostituição ou coisa parecida. Só dicas de como “chegar”, nada demais… E, vá lá, tem mais Britneys do que Popozudas no Rio de Janeiro.

 

Então, estimula o turismo sexual ou não? Responda nossa enquete.

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Quintino Gomes Freire
Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.
Quintino Gomes Freire

Latest posts by Quintino Gomes Freire (see all)

Comente