Natal com Cerveja: harmonização com comidas Natalinas

É véspera de Natal e independente de toda religiosidade que há nessa época, uma coisa é certa: natal com cerveja é sempre mais divertido. Em meio a toda aquela comilança é bacana harmonizar cervejas artesanais com comidas Natalinas. Eu geralmente pego um pouquinho de cada prato, monto meu mix de boteco, pego minha cervejinha e pronto!

Nessa época, temos pratos muitos tradicionais e pensando nisso reuni um time de amigos e sommelieres de cerveja para me ajudar nessa missão que é harmonizar pratos natalinos com cervejas especiais. Por ser uma data especial, onde muitas vezes recebemos parentes e amigos, nada mais justo do que tirar aquela onda com seus pratos e cervejas.

Para você que quer fazer uma harmonização, um verdadeiro Natal com cerveja, vai a dica:

Aquele chocotonne super recheado com uma Wals Dubbel! A ideia é harmonizar por semelhança e complementação já que a cerveja possui dulçor, notas de frutas secas e um tostado que lembra chocolate amargo, harmonizando com o recheio do Chocotone e intensificando o sabor de ambos! Ainda é possível com os dois na boca, criar um creme de cerveja e chocotone já que a massa do doce irá interagir com a cerveja e criar um creme de chocolate alcoólico e intenso!
Essa dica foi feita por Francessca Sanci que é gastrônoma, sommeliere e coordenadora de cursos para sommelieres.

A preparação da Ceia de Natal é sempre uma das prioridades. Um dos pratos que não podem
faltar é o Pernil! Para os amantes de carne suína, não há nada melhor no festejo natalino. Uma questão porém me intriga. Sempre vejo as pessoas associarem a Ceia Natalina a um bom vinho. Nada contra! Mas e como fica para os amantes de cerveja? Uma Pilsen para harmonizar com todos os pratos e pronto?

Sem problemas para quem preferir essa opção. Mas se você quer incrementar sua noite aí vai a dica!
Sugiro que você harmonize o Pernil com uma clássica India Pale Ale. Este estilo cai muito bem, pois contribui para reduzir ou eliminar a sensação oleosa que fica na boca, limpando o palato e preparando a boca para a próxima garfada.
Além disso, seu amargor característico e suas notas cítricas valorizam a experiência. Uma sugestão é a cerveja Suméria Christmas Olívia IPAlito, produzida especialmente para a data.
Essa dica é do amigo e sommelier Luiz Araújo do blog Ninkasi beer club

Muitos dirão que as cervejas belgas de mosteiro harmonizam muito bem com essa ave, mas poucos sabem o real motivo! É certo que uma boa dubbel combina com o caramelado da pele do peru, e uma saborosa tripel combina com o tempero de ervas utilizado no preparo do prato, mas a verdadeira harmonização é a cultural: ao se entrar em um mosteiro trapista é possível ver peru para tudo quanto é lado!
Não se sabe ao certo quando os monges começaram a criar essas aves, mas desde muito tempo que os mosteiros são conhecidos como “feestworst” em Holandês, ou “partywurst” em alemão, ou simplesmente “festa da Salsicha” no bom português. Se essa história é verdadeira? Não sei dizer, mas experimente a harmonização e veja se você se sente em uma verdadeira feestworst!!!
Raoni recomenda as tradicionais La Trappe e Tripel Karmeliet, mas existem boas versões nacionais, como a St Arnould da Bodebrown e a insolitus da Cervejaria Carioca.
Super dica do meu irmão Raoni Soares Sommelier e apresentador do melhor canal de beer comedy do mundo o “BOTECO DO RAONI”

Escolhi o Tender por ser um prato fácil de fazer, e escolhi o molho de damasco por ter uma semelhança com a cerveja, tanto no aroma como no sabor. Reduzi o molho com um pouco de açúcar para dar o contraste, assim balanceando a acidez da cerveja com o leve dulçor do molho de Damasco.
O corte da gordura do prato foi feita pela acidez da cerveja, que é bem evidente, assim limpando o palato e deixando a vontade de uma nova garfada.
Sugestões de cervejas: Rodenbach Grand Cru?—?Flanders Red Ale
Dica do amigo Ivan Ramalho Sommelier e consultor do meio cervejeiro.

Natal, nada melhor para unir as famílias envolta de uma mesa, contar boas histórias, comer e beber muito bem…
Vai então a minha dica para uma experiência gastronômica natalina, nosso amigo de todos os natais o Lombo, uma carne incrivelmente saborosa assada, com um cuscuz marroquino de tirar o fôlego… por semelhança harmonizamos com a Antuérpia Dunkel, uma cerveja leve com maltes tostados de aroma e sabor com notas de café e chocolate, conversa com a caramelização da carne trazendo equilíbrio a refeição, meus votos de muitas alegrias e cervejas boa!!!
Dica da Sommeliere, Mestre em Estilos e Supervisora de Trade da Cervejaria Antuérpia. Minha Chefa Marcelle Ferreira

Para harmonizar com a Rabanada, acredito que uma English Brown Ale seria o ideal considerando que suas características voltadas para o malte remetendo a caramelo, toffee e nozes, e seu equilíbrio entre malte e lúpulo na boca, evidenciando a caramelização do açúcar e da canela do doce, sem se sobrepor. Indicação derótulo : New Castle Brown Ale.
Essa dica foi feita por Francessca Sanci que é gastrônoma, sommeliere e coordenadora de cursos
para sommelieres.

Natal é tempo de curtir a família, beba bastante, harmonize, crie experiências gastronômicas, tire uma onda, mas se no final de tudo você quiser comer pavê com Itaipava também está valendo!!!!!! Afinal gosto é igual a sovaco cada um tem o seu, FELIZ NATAL COM CERVEJA!!!!!!!

Deixe seu comentário

Flávio Lima28 Posts

Flávio Lima é cervejeiro caseiro e administrador do Instagram Bares cariocas. Triatleta de garfo, faca e copo com mais de 400 bares visitados, tem um imenso amor a boemia carioca do Pé sujo ao PUB. Formado em botecoterapia e usuário de doses nada homeopáticas do líquido sagrado, segue de bar em bar evoluindo e compartilhando a cultura de boteco, em especial o maravilhoso mundo das cervejas artesanais.

13 Comentários

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password