O que tem sido feito dos royalties do Rio de Janeiro?

bolsa_petroleo_rio_de_janeiro_royalties_pre_sal Se há algo que valeu a emenda Ibsen foi chamar a atenção para a dependência que o Rio de Janeiro tem dos royalties do petróleo e para o valor que entra nos cofres do estado com ele. O estado poder quebrar devido a apenas uma de suas fontes de receita é terrível, como já disseram (acho que foi Gabeira), o petróleo é um bem finito, o que faremos quando ele acabar?

 

Não existe, pelo que parece, nenhum plano para esse momento e isso é um absurdo! O Rio nunca poderia ser tão dependente. Não é como se no Rio o ICMS, IPVA e outras tantas taxas fossem menor que de outros estados, muito pelo contrário, cobra-se até muito mais. Então o que tem sido feito desse dinheiro?

Não é como se as estradas, hospitais e escolas estaduais fossem um exemplo para o mundo, não o são. Então pelo menos o funcionalismo público recebe bem, não, não recebe! Mas o governo do estado sabe gastar bem, está sendo licitado R$ 180 milhões de publicidade, a reforma do Teatro Municipal (que pertence ao estado) deve custar R$ 100 milhões e a reforma do Maracanã é um buraco negro de recursos, toda hora em reforma e a próxima custará R$ 500 milhões (o Engenhão consumiu, PARA SER CONSTRUÍDO, R$ 350 milhões).

 

Então #fikdik o próximo governador tem de romper este vício na dependência dos royalties e começar a pensar no futuro do Rio de Janeiro.

 

Aproveitando, não de assinar o abaixo-assinado contra a emenda Ibsen.

 

E outra charge do Nani

Deixe seu comentário

Quintino Gomes Freire8875 Posts

Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

2 Comentários

  • Inderson Luis Reply

    21 de Março de 2010 at 10:27

    Essa crítica tem fundamento, mas não é tão simples alguém querer diminuir a receita de um estado drásticamente sem causar efeitos (hoje é seu amanhã não é). Acho que o RJ esta certo em brigar por um direito que é seu, em questão de não depender desse dinheiro funciona da seguinte forma: – quanto mais você têm, mais você gasta e quando você passa a não ter mais, você esta endividado.
    Valeu.

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password