Onde a gente estava quando Cabral roubou o Rio? - Diário do Rio de Janeiro

Onde a gente estava quando Cabral roubou o Rio?

0

Sergio Cabral foi eleito em 2006, me lembro da campanha para governador, votei em Denise Frossard. Lembro bem que na campanha se falava muito dos problemas de Cabral com a questão ética, especialmente a tão falada casa em Mangaratiba. Na época ele era Senador, e diziam que tinha ido para Brasília porque a situação como deputado na ALERJ estava fora de controle, devido a sua corrupção

Sim, sabia disso na época, e com o passar dos anos escutava mais coisas, mesmo responsável pelo DDR nunca publiquei. Os motivos são vários, mas o principal é que, apesar da múltipla ajuda que recebo, como da Flu Ferreira, um processo cairá nas minhas costas e não tenho orçamento nem para conseguir um jornalista para procurar estas provas e nem para pagar um advogado.

Mas esse sou eu, e quanto a grande imprensa brasileira? Parece difícil de crer que não soubessem do mesmo que eu. E eles teriam grande capacidade de investigar a fundo a diferença entre patrimônio e renda de nosso ex governador.

E, pergunto, a oposição a Cabral? Com exceção de Garotinho, grande responsável em seu blog por mostrar as fotos da festa em Paris de Cabral, nenhum outro partido nada fez para ir a fundo sobre Cabral. O próprio PSol tem de fazer um “Mea Culpa” e procurar entender porque não fez um melhor trabalho sobre isso.

E o Ministério Público Estadual? Chegaram a levar um pito da Lava Jato por ter acontecido tantos descalabros embaixo de suas barbas. Quando é para fazer um pedido louco de torcida única, são de uma velocidade incrível, mas quando se trata de investigar contratos escabrosos entre o antigo escritório da ex primeira dama e empresas com pendências no governo estadual? Bem, não havia nada…

E o povo? Mesmo sabendo disso tudo, incluindo eu, elegemos Pezão, vice durante todo esse período. Será que não sabia de nada mesmo?

Espero que tenhamos aprendido a lição e que não tenha sido tarde demais.

Quintino Gomes Freire
Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente