Orla Conde ganha grafites em homenagem a Debret - Diário do Rio de Janeiro

Orla Conde ganha grafites em homenagem a Debret

0

Uma das obras de Debret em grafite

Decorada com excelentes trabalhos de grafiteiros, a Zona Portuária ganhou mais um pouco de beleza artística. Celebrando o trabalho do pintor e desenhista Jean-Baptiste Debret, nascido na França, mas que registrou fatos importantes da história do Rio de Janeiro em suas telas, um grupo de sete artistas foi convidado a criar releituras do francês na fachada do Armazém da Utopia.

A iniciativa tem como a missão difundir temas como cidadania e direitos fundamentais entre alunos de escolas e creches públicas e faz parte do projeto “Inscrever os Direitos Humanos em 1 e 1000 escolas do Rio de Janeiro”, da Associação Inscrire Brasil.

Pao-do-OuvidorO Shopping Paço do Ouvidor já é uma referência no centro da cidade do Rio de Janeiro. Quer conferir? Passa no Paço!

“As correntes da escravidão não fazem mais parte da nossa realidade, mas seu peso ainda permanece. É muito importante neste trabalho sobre direitos humanos lembrar que o passado ainda se faz presente. E ver a participação de crianças nesse processo é gratificante. Elas precisam muito mais do que aprender a história. Contextualizar essas informações para que compreendam o motivo de termos chegado até aqui”, declarou a artista urbana Lya Alves, que fez parte do projeto e teve o trabalho premiado com uma viagem a Paris, na França.

A iniciativa tem apoio da Secretaria Municipal de Cultura, por meio de financiamento pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura (ISS), e da Embaixada e do Consulado da França, além de parceiros como a Secretaria Municipal de Educação, a Cdurp, o Instituto EixoRio, a Concessionária Porto Novo, a Circlesgroup Brasil, a Universidade Federal do Rio de Janeiro e o Armazém da Utopia.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Felipe Lucena
Felipe Lucena é jornalista e roteirista, além de se arriscar em outras áreas do mundo das palavras escritas. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar da distância, sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da Cidade Maravilhosa.
Felipe Lucena

Latest posts by Felipe Lucena (see all)

Comente