Os delírios de grandeza de Crivella

O prefeito Marcelo Crivella (PRB) fez uma campanha prometendo cuidar das pessoas, esse era seu slogan. Mas com quase 3 meses de governo já tem uma pessoa sendo muito bem cuidada na Prefeitura, e é o próprio Crivella.

Primeiro foi a mudança da família de Crivella para o Palácio da Cidade, a primeira vez que um prefeito irá morar lá, a residência oficial é a Gávea Pequena. Como ninguém mora no local há quase 50 anos, vai ser necessária uma reforma. Como o importante é cuidar de si mesmo, Crivella também nomeou em fevereiro seu filho,  Marcelo Hodge Crivella, o Marcelinho, como seu secretário da Casa Civil. E quer cuidar tanto dele que já foi até ao STF pessoalmente tratar do caso (o STF suspendeu a nomeação liminarmente por nepotismo).

E aí começa os delírios de grandeza, além de morar em Palácio, Crivella passou a usar uma escolta de motoqueiros da Guarda Municipal para parar o trânsito em suas passagens. O cargo de prefeito é importantíssimo, mas nem mesmo Eduardo Paes (PMDB) que vivia junto com seu chefe Sergio Cabral (PMDB/Bangu) em uma realidade alternativa, chegou a esse ponto. E é óbvio, isso tem um custo para o contribuinte, além de todo o problema que gera para a passagem de Sua Excelência.

Ah, claro, dirão os defensores de Crivella, que governador e presidente tem escolta… pois é, governador e presidente, e esse não é o caso dele. Que  venha candidato em 2018 para uma dessas vagas.

Mas como cuidar de si mesmo nunca é o bastante, agora que mora no Palácio da Cidade, descobriu que tem como vizinha a mata que fica nos fundos do palácio, próxima ao Morro Dona Marta., que está longe de ser o mais perigoso do Rio. Pois, de acordo com Lauro Jardim/O Globo, ele e a primeira dama, Sylvia Jane, estão preocupadíssimo com a segurança e decidiram construir um muro no local. A obra já foi orçada em R$ 1,6 milhão. Claro, óbvio, ululante, que quem vai pagar o muro será o contribuinte e não Crivella…

Parece que Crivella no lugar de se mirar em exemplo de grandes políticos, está se mirando no pior exemplo que podemos ter, Sergio Cabral, ele tinha o mesmo desrespeito pelo dinheiro do contribuinte que Crivella vem demonstrando. E assim caminha o Rio de Janeiro.

Deixe seu comentário

Quintino Gomes Freire8879 Posts

Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password