Premiado filme de Lars Von Trier ganha adaptação carioca para teatro - Diário do Rio de Janeiro

Premiado filme de Lars Von Trier ganha adaptação carioca para teatro

0

O musical “Dançando no Escuro”, idealizado pelos atores e produtores Juliane Bodini e Luis Antonio Fortes, é uma adaptação do filme homônimo do cineasta dinamarquês Lars Von Trier,  que estreia dia 19 de outubro, no Teatro Sesc Ginástico, Centro do Rio de Janeiro.

A premiada atriz Dani Barros dirige a montagem que conta com direção musical e arranjos do também premiado Marcelo Alonso Neves. As atrizes Juliane Bodini e Cyria Coentro interpretam as personagens que no filme de Lars von Trier foram de Björk e Catherine Deneuve.

O elenco, completo, é composto por nove atores e atrizes cantores, que interpretam os principais personagens e outros menores, além de quatro músicos, dois deles cegos, um multi tecladista e um baterista, que tocam ao vivo a trilha sonora.

Pao-do-OuvidorCada vez mais, o Shopping Paço do Ouvidor se fortalece como ponto de encontro no centro do Rio. Se você ainda não conhece, deveria conhecer. Passa no Paço.

Com cinco musicais no currículo: “Rock in Rio – O musical”, “Cazuza, Pro dia nascer feliz – O musical”, “Cassia Eller – O musical” e “O beijo no asfalto – O musical”, todos dirigidos por João Fonseca, “Raul Fora da Lei”, dirigido por Roberto Bomtempo e José Jofilly, a atriz e cantora Juliane Bodini interpreta a protagonista de “Dançando no Escuro”. Em 2015, Bodini foi indicada ao Prêmio Bibi Ferreira como atriz coadjuvante por “Cassia Eller – O musical”.

Felipe Lucena
Felipe Lucena é jornalista, roteirista e escritor. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar da distância, sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da Cidade Maravilhosa.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente