Rainha dos Anjos–Um Tesouro na Baía da Guanabara

Rainha dos Anjos

A gente já tá cansado de saber que ganhar na Mega Sena hoje em dia só serve para dar entrada em um apartamento. Se você quiser ficar rico de verdade tem de ir fundo, muito fundo, no caso, fundo da Baía da Guanabara onde tem um tesouro além do que podemos sonhar em gastar, que pode chegar a US$ 1 bilhão de dólares, bem nos porões da nau Rainha dos Anjos. O navio tinha saído de Macau para Lisboa(na época o Porto do Rio era parada dos navios que iam da Ásia para Europa) em 9 de Dezembro de 1721, contendo além da carga geral, presentes da corte chinesa para o Papa Clemente XI, e o Rei de Portugal, D. João V.  destes, vidros e porcelanas de interesse histórico excepcional, fabricados na oficina do Palácio Imperial. Além de joias e barras de ouro.

Se você acha que vidro é barato, na carga tinha mais de uma centena de objetos de vidro do período Kangxi (1661-1722), do qual hoje só há duas peças, expostas em Pequim e Taipei. Então vale, e muito!

Rainha dos Anjos 2

O navio afundou em junho de 1722, quer dizer, não só afundou, ele explodiu! Alguém teria esquecido uma vela acesa no porão, provavelmente o estagiária, o que começou um incêndio, seguido de uma explosão. O deslocamento de ar causado pela explosão teria chegado a quebrar os vidros do Mosteiro de São Bento. Na explosão o navio se dividiu, a proa voou para um lado e a popa para outro! Apesar disso tudo ninguém morreu.

Mas com um desastre deste teria sobrado alguma coisa para buscar? Aparentemente os chineses, na época, embalavam os objetos com várias camadas sobrepostas de argila fresca e palha de arroz, além da caixa de madeira. Muito melhor que hoje em dia…

Local do Naufrágio

Antes que você decida colocar a sunga e mergulhar perto das barcas, vamos pensar. O navio afundou tem quase 300 anos, em um porto movimentadíssimo, que recebe esgoto de uma das maiores metrópoles do mundo, além do lixo jogado. Não é exatamente fácil de achar, além de não sabermos onde afundou e, soma-se, que até agora as buscas não tiveram muitos resultados.

O Eike Batista poderia investir o que sobrou para encontrar? E, caso encontre, o custo seria de aproximadamente e 200 mil euros para desenterrar parte do navio – e mais de 1 milhão para traze-lo à tona. E a legislação brasileira determina que objetos de valor histórico ou artístico encontrados em território nacional devem permanecer no Brasil – mas autoriza os descobridores a receber até 40% do valor dos achados.

E a quem queira se aprofundar há um livro chamado “Rainha dos Anjos – Mistério na Baía da Guanabara”, é um começo para os caçadores de tesouro.

Quintino Gomes Freire8812 Posts

Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

Comente

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password