Rio de Janeiro não tem esse nome por engano

Rio de Janeiro não tem esse nome por engano

0

Praia Vermelha – Urca – Rio de Janeiro – Brasil – Foto: Alexandre Macieira | Riotur

Admiro muitíssimo o Alex Castro, discordo praticamente de todas as opiniões políticas dele mas é um homem inteligentíssimo, afinal se fosse admirar só quem concorda comigo, bem, só admiraria a mim mesmo. Em 2012 ele publicou em sua coluna no Papo de Homem sobre um dos maiores mitos da história carioca, a de que os portugueses, mais especificamente, chamou a nossa cidade de Rio de Janeiro por pensar que a Baía de Guanabara era um rio.

Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis sempre contribuiu para a valorização da cultura carioca

Ele esclarece no texto que quando nossa cidade ganhou seu nome, em em 1º de janeiro de 1502,

“rio” era a denominação comum para corpos d’água de modo geral, como rios, baías, sacos, etc. Então, chamar a Baía de Guanabara de “rio” era tão incorreto quanto chamar a Avenida Paulista de “logradouro

Além disso, os portugueses foram os maiores navegadores da história, “autores de feitos mais revolucionários em sua época do que a chegada do homem à Lua”. E termina o artigo dizendo:

Só muita arrogância e ignorância, só um desprezo muito grande pelo povo português, pode explicar que se considere, por um minuto que seja, que esses homens, os maiores navegadores da história, não conseguiriam distinguir entre a foz de um rio e a barra de uma baía.

Quintino Gomes Freire
Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente