Vendas do comércio do Rio continua caindo - Diário do Rio de Janeiro

Vendas do comércio do Rio continua caindo

0

Foto: Alex Weimer

A economia do Rio não dá sinais de recuperação, as vendas do comércio varejista caíram 8,5% no acumulado do primeiro trimestre (janeiro/março) em comparação com o mesmo período de 2016, de acordo com a pesquisa Termômetro de Vendas divulgada mensalmente pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, que ouviu cerca de 500 estabelecimentos comerciais. Em março, em relação ao mesmo mês do ano passado, o comércio também vendeu menos 8,1%.

O presidente do CDLRio, Aldo Gonçalves, disse que o mês de março repetiu o fraco o desempenho dos meses anteriores. “Para aumentar ainda o quadro de dificuldades enfrentadas pelo comércio, especialmente o carioca, o Estado do Rio de Janeiro enfrenta a maior crise financeira da sua história, o que tem colaborado para afastar ainda mais os consumidores das compras”, diz Aldo.

Segundo a pesquisa, no mês de março, todos os setores do Ramo Mole (bens não duráveis) e do Ramo Duro (bens duráveis) apresentaram resultados negativos: Confecções (-9%), Tecidos (-9,6%), Calçados (-8,6%), Óticas (-10,6%), Móveis (-1,7%), Jóias (-3,9%) e Eletrodomésticos (-7,9%). Quanto à forma de pagamento as vendas a prazo com mens 6,8% foram às preferidas pelos consumidores contra menos 9,4% das vendas à vista.

Em relação às vendas conforme a localização dos estabelecimentos comerciais, a pesquisa mostrou que em março, no Ramo Mole, as lojas do Centro venderam menos 13,2%, as da Zona Norte menos 11,3% e as da Zona Sul menos 3,8%. No Ramo Duro, as lojas do Centro venderam menos 9,4%, as da Zona Norte menos 8% e as da Zona Sul menos 6,6%.

Quintino Gomes Freire
Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente