Não é segredo para ninguém que o Rio de Janeiro está repleto de belas praias. Mas se engana quem pensa que apenas de praias e calor vive o estado do Rio. Os fluminenses têm à disposição vários locais bastantes frios, que se destacam por seu potencial turístico no inverno.

Então, preparem os casacos, pois o DIÁRIO DO RIO listou 10 destinos para conhecer no inverno. Confira:

Petrópolis

Palácio de Cristal – Petrópolis

Conhecida como Cidade Imperial, Petrópolis é uma cidade belíssima e que proporciona dias com temperaturas bem baixas no inverno. Com pontos como o Museu Imperial e o Palácio Quitandinha, por exemplo, a cidade é uma ótima opção de destino para aproveitar o inverno no Rio de Janeiro. E, vale citar, opções de lazer não faltam: seja um passeio no Centro Histórico, uma visita aos museus ou fazer compras na Rua Teresa.

Teresópolis

Foto: Reprodução

“Terê”, como é popularmente chamada, é uma cidade aconchegante, que possui belas paisagens e aquele clima de montanha que tanto se procura no frio. Com ótimos restaurantes, Teresópolis merece um destaque especial na área de gastronomia. As cervejarias da cidade, como a Vila St. Gallen, responsável pela cerveja Therezópolis, agradam os amantes da bebida.

Os mirantes com vistas repletas de beleza e as trilhas também atraem os que preferem passar um tempo mais perto da natureza. E, ainda, para quem gosta de futebol, é impossível ouvir falar da Granja Comary, o nome de um bairro de Teresópolis, e não lembrar dos treinos da seleção brasileira. No local, é possível visitar e ver uma imensa área verde com vários campos de futebol e com a infraestrutura da Confedereção Brasileira de Futebol (CBF).

*As visitas à infraestrutura da CBF acontecem em períodos específicos do ano e podem sofrer alterações devido à pandemia.

Itaipava

Mirante de Itaipava | Foto: Reprodução/Henrique Bispo

Itaipava é um lugar que também costuma registrar baixas temperaturas no inverno. Ou seja, de cara já é um bom destino para quem quer curtir o frio. Fazer trilhas, conhecer cachoeiras e ver o pôr do sol no Mirante da Serra são algumas das opções de lazer de Itaipava.

E para quem gosta de compras, tem a Feirinha de Itaipava, ótima principalmente para quem está a procura de roupas de frio – bem adequado às temperaturas locais.

Miguel Pereira

Lago Javary | Foto: Reprodução

Localizado no centro-sul fluminense, o município de Miguel Pereira carrega o título de cidade com terceiro melhor clima do país. Excelente para quem busca um passeio tranquilo, o local atrai turistas durante todo o ano.

A indicação dos meses entre abril e setembro para visitar a cidade é devido ao clima mais ameno, no entanto, entre dezembro e março Miguel Pereira fica mais movimentada por conta do período de férias e festas.

O Lago Javary, o cartão postal da cidade, é repleto de árvores e o local é muito utilizado para caminhadas ou passeios de bicicleta. Para quem preferir ficar mais próximo da natureza, o município também dispõe de trilhas que levam a cachoeiras.

Sana

Foto: Fui Ser Viajante

Conhecido como “Paraíso das Águas” devido ao número de cachoeiras, Sana é um distrito do município de Macaé, que fica a aproximadamente 160 km da cidade do Rio de Janeiro. O povoado fica em uma região de serra, cercada de riachos, montanhas e – vale citar – muitas cachoeiras.

O local é perfeito para quem quer sair da agitação da rotina. Isto porque apenas as operadoras Oi e Tim têm sinal na região e não há muitos pontos de acesso à internet, apesar da maioria das pousadas possuírem conexão Wi-fi.

O principal destaque do Sana é sua quantidade de cachoeiras: tem para todos os gostos, com trilhas mais leves ou mais avançadas, para quem tem melhor preparo físico.

Uma das trilhas mais famosas é a do Peito do Pombo: uma formação rochosa a aproximadamente 1300 metros de altitude que, vista de determinados ângulos, assemelha-se a silhueta de um pombo pousado sobre a rocha. No entanto, o trajeto demanda bom condicionamento físico, pois trata-se de uma trilha de nível pesado.

Penedo

Fotos: Amazonas e mais

Um dos destinos que mais se destacam para passeios românticos, Penedo é uma boa pedida para quem quer aproveitar o frio. Localizado no Parque Municipal Ecológico de Itatiaia, no estado do Rio de Janeiro, em Penedo é possível visitar a Casa do Papai Noel e fábricas de chocolates deliciosos.

A Pequena Finlândia é o principal centro comercial de Penedo, um local agradável com lojinhas em formato das casas da Finlândia, onde é possível comprar souveniers para lembrar do passeio.

Além disso, não é possível falar de Penedo sem citar suas belezas naturais, pois são diversas trilhas que levam a belíssimas cachoeiras e corredeiras de águas.

Visconde de Mauá

Foto: Reprodução/viscondedemaua.com.br

Localizado, literalmente, na fronteira entre Rio de Janeiro e Minas Gerais, Visconde de Mauá é o destino perfeito para quem quer passar uns dias de descanso. Rodeado de vales e cercada por rios, cachoeiras e piscinas naturais de águas límpidas e cristalinas, o local se destaca pela beleza natural da Serra da Mantiqueira.

São três vilas bem próximas: Visconde de Mauá, Maringá e Maromba. Ambas com ótima gastronomia e centros comerciais repletos de produtos artesanais – muito recomendado para quem quer levar presentes ou recordações da viagem.

Nova Friburgo

Vista do Pico da Caledônia | Foto: Junior Knupp

Para quem quer um passeio na serra, Nova Friburgo é um bom destino, seja para viagem com a família, com os amigos ou para um passeio mais romântico: a cidade é encantadora e representa bem a serra com suas baixas temperaturas.

Mirantes belíssimos, cachoeiras e paisagens naturais são só alguns dos destaques do local. Para quem prefere turismo gastronômico ou cultural, também é um bom destino: Nova Friburgo teve influência de colônias de imigrantes e é possível visitar autênticos restaurantes com culinária de outros países.

Lumiar

Foto: João Luccas Oliveira

Apesar de ser um distrito de Nova Friburgo, Lumiar merece um destaque especial nesta lista. Isto porque, além das temperaturas baixas – requisito básico para este texto – o local tem opções de lazer para todos os gostos.

Apesar de ter uma estrutura pequena, Lumiar surpreende seus visitantes especialmente nos finais de semana à noite: quem imagina que é um lugar absolutamente calmo encontra muita música ao vivo e diferentes pegadas gastronômicas nos muitos restaurantes. Mas quem prefere a tranquilidade também encontra excelentes opções.

O centro de Lumiar tem restaurantes, bares e um comércio muito agradável, que ficam ao redor de um lago. Tudo muito charmoso e receptivo.

Itatiaia

Cachoeira Véu da Noiva | Foto: Reprodução

Quem acompanha as notícias viu as baixíssimas temperaturas que Itatiaia alcançou, chegando a bater recorde. E claro que o município não poderia ficar de fora. Com muito, muito frio e uma variedade de belezas naturais, sem dúvidas Itatiaia garante um excelente passeio no inverno.

O Pico das Agulhas Negras é o ponto mais alto do Rio de Janeiro e fica em Itatiaia. Mas para chegar lá, só com muita experiência radical: a trilha tem escalada e trechos bastante técnicos, sendo necessário a utilização de equipamentos de segurança e um guia para acompanhar.

O famoso Parque Nacional do Itatiaia é outro ponto turístico imperdível do município. São diversas trilhas para todos os níveis – das mais básicas às mais pesadas – e, claro, todas com paisagens belíssimas. Vale destacar a cachoeira Véu da Noiva, uma das mais conhecidas da região por sua queda de 40 metros.

7 COMENTÁRIOS

  1. Nada contra Miguel Pereira, pelo contrário, mas falar de Miguel e não falar de Vassouras é muita falta de conhecimento…. Vassouras é linda, sua história é fantástica. Miguel Pereira nem história tem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui