Imagem meramente ilustrativa - Foto: Reprodução

A Secretaria de Estado de Saúde através do ofício circular nº 64 enviado aos secretários municipais de saúde, prioriza os doentes renais crônicos (pacientes dependentes de diálise), população mais vulnerável e com maior risco de contrair a doença. Devido a necessidade de locomoção aos centros de diálise três vezes na semana, onde dialisam, a maioria das vezes, com 30 outros pacientes em um salão único, esse grupo fica impossibilitado de manter o isolamento social. Gestantes e puérperas com comorbidades, portadores com síndrome de down e renais crônicos, com idades a partir de 18 anos, poderão se vacinar em qualquer data.

Segundo o presidente da Sociedade Estadual de Nefrologia (SONERJ), Dr. Pedro Túlio Rocha, essa medida beneficiará os cerca de 13 mil pacientes dependentes de diálise no estado do Rio de Janeiro, que já poderão iniciar sua imunização de imediato.

Os grupos prioritários atendidos nesta etapa da vacinação são pessoas com comorbidades (conforme lista do Programa Nacional de Imunizações), incluindo gestantes e puérperas; pessoas com deficiência permanente; trabalhadores da saúde, da educação e de serviços de limpeza urbana; guardas municipais; motoristas e cobradores de ônibus e condutores do transporte escolar; policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários, esses últimos sendo vacinados em seus locais de trabalho. Com exceção de gestantes e puérperas com comorbidades, doentes renais crônicos e pessoas com síndrome de down, todos os demais devem respeitar o escalonamento etário.

Acompanhe o calendário de vacinação. Acesse: https://coronavirus.rio

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui