Após 15 dias de seu primeiro mandato municipal, o vereador Dr. Marcos Paulo (PSOL-RJ), fundador da ONG Associação dos Protetores de Animais do Rio de Janeiro (APARJ), conduziu a primeira Reunião Setorial de Proteção Animal do PSOL de 2019.

No encontro, realizado no último dia 20, Marcos Paulo, que tomou posse na Câmara Municipal no início de fevereiro, ressaltou a importância da força de mobilização dos militantes das causas de proteção animal para o avanço das políticas públicas em defesa dos animais no Rio de Janeiro:

“Com meu mandato político, ganhamos mais força e representatividade para lutar por avanços e melhorias em defesa dos animais aqui no Rio. Mas precisamos seguir unidos, somando cada vez mais esforços em um mandato participativo”, destacou Dr. Marcos Paulo durante a reunião, que contou com a presença de protetores e militantes das causas em defesa dos animais.

Crítico do desaparelhamento da antiga Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais (SEPDA), rebaixada à subsecretaria com redução de orçamento anual na gestão Crivella, o vereador passa a integrar a Comissão de Defesa dos Animais da Câmara Municipal e promete brigar para resgatar e ampliar os serviços gratuitos de castração, vacinação e controle de zoonoses no município.

”Tivemos um retrocesso enorme nessa área. Quando o prefeito Crivella assumiu, em janeiro de 2017, existiam dez minicentros fixos que faziam castrações gratuitas em toda a cidade. Hoje são apenas 3. O cidadão tem dificuldade para conseguir agendar o serviço e o número de animais abandonados nas ruas aumentou muito. Um animal abandonado ou mal cuidado que fica doente gera impacto negativo também para a saúde da própria população. Minha atuação política nessa comissão será para reverter o quadro atual de abandono e descaso da prefeitura em relação à proteção dos animais na cidade do Rio de Janeiro”, disse Marcos Paulo.

1 COMENTÁRIO

  1. Eu sonho com o dia que o bem estar dos bichos (principalmente dos cãezinhos, que eu adoro) vai ser prioridade para os seres humanos, em vez de investir em carnaval ou em exposição com gente pelada, deviam retomar o investimento e criar mais centros de tratamento e castração… 🙁

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui