Foto: Reprodução/Internet

No último dia 02/08 (sexta-feira), a Prefeitura do Rio publicou uma resolução, no Diário Oficial do Município, informando que cerca de 250 de rodas de samba estão previamente autorizadas a funcionar na cidade, sem necessidade da obtenção do alvará. A lista dos eventos, seus respectivos locais e datas também foi divulgada.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, expectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Mesmo com a liberação prévia, os produtores das rodas de samba devem confirmá-las junto às superintendências regionais da Prefeitura, em suas respectivas regiões. Já as que ainda não constam datadas no calendário, devem providenciar o alvará por meio do sistema Carioca Digital.

De acordo com a secretária municipal de Cultura, Mariana Ribas, as rodas de samba são uma tradição carioca, e movimentam a economia criativa em todas as regiões da cidade.

”O samba é o maior patrimônio cultural do Rio e as rodas devem ser valorizadas e incentivadas”, afirma Mariana.

Para fomentar a atividade das rodas de samba, a Prefeitura se comprometeu com os organizadores a diminuir a burocracia. Paralelamente, a resolução publicada no Diário Oficial traz uma série de normas para padronização e organização dos espaços, visando diminuir os transtornos aos moradores vizinhos dos shows e proporcionar um maior controle da fiscalização.

Além da estrutura para a realização dos eventos, os organizadores terão direito a utilizar até 100 mesas com 4 cadeiras cada e organizar o Circuito do Empreendedor do Samba Carioca, com até 30 barracas permitidas a expor e vender produtos, sejam audiovisuais, fotográficos, gastronômicos, de moda ou artesanato.

Os produtores dos eventos têm que enviar uma lista com, no máximo, 40 nomes de expositores indicados para compor o Circuito, em até 45 dias depois da publicação da resolução. Eles serão credenciados pela Coordenação de Feiras da Secretaria Municipal de Emprego, Desenvolvimento e Inovação.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui