Cidades

Alerj regulamenta a doação de cabelos para confecção de perucas para pacientes com câncer

Compartilhar

De autoria da deputada Martha Rocha (PDT), a Lei 9.868/22, que autoriza o recebimento gratuito de cabelo humano para a confecção de perucas destinadas a pessoas com câncer e doenças que provocam queda de cabelo, foi aprovada pelo plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). A matéria foi sancionada pelo governador Cláudio Castro (PL) e publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (29).

Segundo a normativa, o Poder Executivo estadual poderá fazer um cadastro de entidades da sociedade civil organizada doadoras de perucas que estejam aptas a receber a matéria-prima. Tais instituições terão que apresentar um Termo de Recebimento, onde devem constar os dados do doador, data da doação, peso do cabelo recebido e dados completos da pessoa atendida pelo serviço.

A deputada Martha Rocha reforçou a importância da doação de perucas a pessoas que passam por momentos de grande dor física e emocional causados especialmente pelo câncer. Longe de ser uma questão apenas estética, é um gesto humanitário que salvaguarda a autoestima dos pacientes, especialmente das mulheres.

“É essencial regular esse tipo de doação, que envolve como destinatários finais pessoas tão fragilizadas com o agressivo tratamento do câncer. A utilização de peruca, como se sabe, eleva a autoestima dessas pessoas, especialmente das mulheres”, disse a ex-delegada.

No Rio de Janeiro, uma das instituições que doa perucas a pacientes acometidos por câncer é a Fundação Laço Rosa, fundada em 2011, a partir da experiência de Aline Lopes e integrantes da sua família, que tiveram a doença. Mais informações pelo site: https://fundacaolacorosa.com/ ou pelo telefone: (21) 3987-6106

Patricia Lima

Jornalista, radialista, produtora e mestre em Comunicação Social. "Todo beco sem saída tem uma passagem secreta". Acredito.