5 Coisas que você talvez não saiba sobre o Rio de Janeiro

Rio de Janeiro por Rubem Porto Jr.

O Rio de Janeiro tem uma história incrível e tem muita coisa que não sabemos sobre esta Cidade Maravilhosa. Então o DDR separou para você 5 coisas que você talvez não saiba sobre a antiga capital imperial.

 

1 – O sotaque carioca é parecido com o sotaque de Portugal

1808

Uma das razões é a vinda da Família Real para o Rio de Janeiro em 1808. O dublador Guilherme Briggs chama a atenção para os Erres e Esses:

O modo chiado de falar os S,X,CH dos cariocas é simplesmente resultado de ter sofrido uma total influência do português dos colonizadores, da Corte Portuguesa… Parem umas duas horas para assistir a programação de uma emissora portuguesa e vocês verão que os Erres Esses são os mesmos!!! E porque falamos português, como criticar quem reproduz o modo como se expressam aqueles que foram justamente mais influenciados por eles?

 Ah, claro, na verdade é o sotaque de Lisboa, já que também são vários os sotaques lusitanos.

2. O sotaque Carioca é considerado padrão nacional

Biscoito não é bolache

Em dois Congressos, um de 1937 e outro de 1956, considerou o sotaque carioca o padrão para a língua cantada e língua falada no teatro.

3. O Futevolei e o Frescobol foram inventados no Rio

Futevolei por Alobos Life

Dois esportes de praia são puramente cariocas, o Futevolei, inventado em 1965 em Copacabana e o Frescobol, em 1945/46 também em Copacabana. Aqui eu falo mais sobre estas criações cariocas.

4. A primeira loja de Fast-Food do Brasil foi no Rio

Bob's, 1o logo

Uma loja do Bob’s, mais especificamente na rua Domingos Ferreira, 236, fundada em 1952, foi a primeira loja de fast food do Brasil. A loja ainda existe e conta com alguns produtos da época.

5. Fernando Henrique e Fernando Collor são cariocas

FHC

Apesar de terem feito carreira política em outros estados, FHC em São Paulo e Collor em Alagoas, ambos são cariocas. Nenhum político carioca se tornou presidente na nova República, quem chegou mais perto foi Garotinho, que ficou em 3o lugar nas eleições de 2002, atrás de Lula e Serra.

Garotinho nem carioca é, ele é de Campos.

Deixe seu comentário

Quintino Gomes Freire9035 Posts

Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

0 Comentários

  • Kristal Bronzoni Reply

    8 de Janeiro de 2014 at 01:03

    Felipe Bouchuid O Rio tem problemas como a maioria das grandes cidades, agora SO falar do Rio… Vivemos em evidencia pq somos a porta de entrada do pais, mas da uma conferida nos outros estados e vera que a grande maioria tem os mesmos problemas ou piores, so que a midia nao divulga tanto.

  • Kristal Bronzoni Reply

    8 de Janeiro de 2014 at 00:54

    Joaquim Simão Gouvêia kkkkkkkkkkkkkkk vc e gatinho!!!!!!!!!!!!! Invejoso!!!!!!!!!!!!

  • Joaquim Simão Gouvêia Reply

    8 de Janeiro de 2014 at 00:31

    Além de loira é velha e burra e horroroooooooos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Felipe Bouchuid Reply

    8 de Janeiro de 2014 at 00:28

    Kristal Bronzoni e é por ser morador que eu tenho todo o direito de falar por que conheço, a universidade está um caco…sistema de transporte um caos, favela, mais favela e mais favela… do sistema de saúde prefiro não comentar…
    É ser cego de não ver isso… A corrupção no Rio de Janeiro é absurda, o Rio é o que tem os piores serviços públicos do País (em relação as capitais).
    Ele pode sim ter beleza natural, mas a beleza natural não me leva ao trabalho, não é ela que me faz chegar rapido em casa, e não é ela que me atende quando estou passando mal.
    Ela pode ser até bonita, mas existem muito mais coisas essenciais antes, e infelizmente essas coisas essenciais essa cidade não tem!

  • Kristal Bronzoni Reply

    8 de Janeiro de 2014 at 00:13

    Felipe Bouchuid Entre outras coisas tem tb Universidades que nao devem ser ruins ne? Pq vc veio estudar aqui.

  • Kristal Bronzoni Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 23:57

    Joaquim Simão Gouvêia … e que porra de frase e essa seu esperto? *OS CARIOCAS SE ENCARREGARAM O PORTUGUES?????* Vai estudar!!!!

  • Maria Eduarda Krug Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 23:54

    Grandes coisas o.O"

  • Kristal Bronzoni Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 23:54

    Joaquim Simão Gouvêia O palhaco!! nao sou *professorinha* como vc definiu so pq leu que trab no setor publico. E merda e sinonimo de Tiete!!

  • Kristal Bronzoni Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 23:46

    Tb amo o seu estado e o povo mineiro, sempre fui muito bem recebida em todas as cidades mineiras que conheci.

  • João Henrique Carvalho Larisch Mönnich Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 23:45

    5 errado nao?

  • Romullo Valmont Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 23:24

    Viver no rj tem que ter mta disposição. Disposição pra bater, pra apanhar, pra viver, pra morrer, pra sorrir pra chorar, pra ser herói e ser vilão, pra ser preso dentro de uma sela, ou simplesmente fora dela.

  • Jorge Alexandre Caroba Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 22:58

    Sou carioca da gema, e amo demais essa Cidade Maravilhosa e amo mais ainda, o BRASIL! Mas nao moro no Brasil inteiro. Moro no RIO DE JANEIRO, que é parte integrante desse país lindo. Como disse anteriormente, minha casa é o Rio e sempre vou defender o Rio. Pois é o lugar que moro.
    Claro que, como todos os demais estados, tem suas mazelas e suas qualidades. Mas eu duvido que tenham a beleza natural , o bom humor, a ginga e a receptividade do carioca.
    Reproduzo abaixo um texto de um paulistano a respeito do Rio de Janeiro. Alias, ainda nao vi ninguém descrever o Rio e os cariocas tão bem.

    "CARIOCAS POR PAULISTAS!
    A DESCRIÇAO DO CARIOCA POR UM PAULISTA, SENSACIONAL,VALE A PENA LER!"

    "Faz 1 ano. Desembarquei com esposa, cachorro e umas malas. A mudança veio no dia seguinte. Levei 33 anos imaginando “como seria”, e agora tenho 1 pra contar “como foi”.
    O Rio de Janeiro é a minha Paris. Eu não sonho com a tal de torre, nem me importo com o Louvre e nem acho do cacete tomar café naquela tal de Champs-Élysées. Eu acho charmoso ir a praia de Copacabana, tomar cerveja de chinelo no leblon e ir a um samba numa grande escola.
    Sou paulista, nunca tive rivalidade bairrista em casa. Nunca me ensinaram a odiar o estado vizinho, ao contrário, sempre me foi dada a idéia de que estando no Brasil, estou em casa.
    Ouvi mil mentiras e outras mil verdades sobre o Rio enquanto morei em São Paulo. Todas justas no final das contas.

    Carioca exagera tudo, pra baixo e pra cima. Se elogiar a praia, ele exalta dizendo que é “a melhor praia do mundo”. Se falar que é perigoso, ele não nega. Diz que é “perigoso pra caralho”.
    Trata sua cidade como filho. Só ele pode falar mal.

    Cariocas não marcam encontro. Simplesmente se encontram.
    A confirmação de um convite aqui não quer dizer nada. Você sugere “Vamos?”, eles dizem “Vamo!”. O que não implica em ter aceitado a sugestão.
    Hora marcada no Rio é “por volta de”. Domingo é domingo. E relaxa, irmão. Pra que a pressa?
    Em 5 minutos são amigos de infância, no segundo encontro te abraçam e já te colocam apelidos.
    Não te levam pra casa. Te convidam pra rua. É curioso. Mas é que a “rua” aqui é tão linda que se trancar em casa é desperdício.
    Cariocas andam de chinelo e não se julgam por isso. São livres, desprovidos de qualquer senso de sofisticação.
    Ao contrário, parecem se sentir mal num ambiente formal e de algum requinte.

    “Porra” é um termo que abre toda e qualquer frase na cidade. Ainda vou a uma Igreja conferir, mas desconfio que até missa comece com “Porra, Pai nosso que estais…”.
    Cariocas são pouco competitivos. Eu acho isso maravilhoso, afinal, venho da terra mais competitiva do país. E confesso: competir o tempo todo cansa.
    Acho graça quando eles defendem o clube rival pelo mero orgulho de dizer que “o futebol do Rio” vai bem. Eles nem notam, mas as vezes se protegem.
    Eles amam essa porra. É impressionante.

    Carioca é o povo mais brasileiro que há, mas que é tão orgulhoso do que é que nem parece brasileiro.
    Tem um sorriso gostoso, um ar arrogante de quem “se garante”.
    Papudos, malandros, invocados. Faaaaalam pra cacete. E sabem que estão exagerando.
    Eles acham que sabem o que é frio. Imagine, fazem fondue com 20 graus!

    A Barra é longe. Buzios, logo ali!
    Niterói é um pedaço do Rio que eles não contam pra turista. Só eles aproveitam.
    Nilópolis é longe. Bangu também.
    Madureira é um bairro gostoso. O Leblon, vale os 22 mil por metro quadrado sugeridos pelos corretores.
    Aliás, corretores no Rio são bem irritantes.

    Carioca, num geral, acha que está te fazendo um favor mesmo se estiver trabalhando. É tudo absolutamente pessoal, informal.
    Se ele gostar de você, te atende bem. Se não, não.
    Tá com pressa? Vai se irritar. Eles não tem pressa pra nada.
    Sabe aquela garota gostosa que sabe que é gostosa? Cariocas sabem onde moram.
    O bairrismo deles é único. Nem separatista, nem coitadinho. Apenas orgulhoso. Ao invés de odiar um estado vizinho, o sacaneiam e se matam de rir de quem se ofende.

    Cariocas tem vocação pra ser feliz.
    São tradicionais, não gostam que o mundo evolua. Um novo prédio no lugar daquele casarão antigo não é visto como progresso, mas sim com saudades.
    São folgados. Juram ser o povo mais sortudo do mundo.
    E quem vai dizer que não?
    No Rio você vira até mais religioso. Aquele Cristo te olha todo santo dia, de braços abertos. Não dá! Você começa a gostar do cara…

    E aí vem a sexta-feira e o dom de mudar o ambiente sem mexer em nada. O Rio que trabalha vira uma cidade de férias. As roupas somem, aparecem os sorrisos a toa, o sol, o futebol, o samba, o Rio.

    Já ouvi um cara me dizer um dia que o “Rio é uma mentira bem contada pela mídia”. Ele era paulista, odiava o Rio, jamais tinha vindo até aqui.
    E é um cara esperto. Se você não gosta do Rio de Janeiro, fique longe dele.
    É a única maneira de manter sua opinião.

    Em quase toda grande cidade que vou noto uma força extrema para fazer o turista se sentir em casa. Um italiano em São Paulo está na Itália dependendo de onde for. Um japones, idem. Um argentino vai a restaurantes e ambientes argentinos em qualquer grande cidade.
    No Rio de Janeiro ninguém te dá o que você já tem. Aqui, ou você vira “carioca”, ou vai perder muito tempo procurando um pedaço da sua terra por aqui.
    Não é verdade que são preconceituosos. É preciso entender que o carioca não se diz carioca por nascer aqui. Carioca é um perfil.
    Renato, o gaúcho, é um dos caras mais cariocas do mundo.
    Tem todo um ritual, um jeitinho de se aproximar.
    Chame o garçom pelo nome, os colegas de “irmão”. Sorria, abrace quando encontrar. Aceite o convite, mesmo que você não vá.
    Faça planos para amanhã, esqueça-os 10 minutos depois. Faça amigos, o máximo de amigos que conseguir.
    Quanto mais amigos, mais cerveja, mais risadas, mais churrascos, mais carioca você fica.
    E quanto mais carioca você é, mais você ama o Rio. Como eles.
    Gosto deles. Gosto de olhar pra frente e não ver onde acaba. Gosto de sol, de abraço, de rir muito alto e de não me achar um merda por estar sem grana.
    Gosto de como eles se viram. Gosto da simplicidade e da informalidade que os aproxima do amadorismo.

    A vida não tem que ser profissional.
    Tem que ser gostosa.
    E de gostosa, convenhamos, o Rio tá cheio.
    Ops! Desculpa, amor! Escapou.

    abs, merrrrmão!"
    Rica Perrone

  • Maurício Palhano Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 22:42

    Bairrismo puro, ignorancia e falta de humildade. Adoro o Rio, meu segundi lugar predileto, si perde para minha amada BA, soteropolitano com muito orgulho e amor! Respeito todos os lugares com seus regionalismos e culturas locais. E por esse motivo que amo tanto esse pais, tao diversificado e rico. Esse orgulho estadual unido seria uma grande avanco para o nosso pais. Muitas coisas mudariam…Acordem e deixem de ser egoistas

  • Jéssica Mendes Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 22:37

    Não é pq era "chique", mas sim pq a segunda esposa de Dom Pedro queria que o francês se tornasse a língua oficial. Logo, também não foi na chegada da família Real hehehe

  • Jô Abreu Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:51

    Magda, talvez o autor deste texto tenha se expressado incorretamente, mas existe uma língua padrão baseada; não no sotaque, mas na formação de frases do Rio de Janeiro sim. Pesquise a respeito.

  • Cecilia Pece Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:51

    Airton Garbellini Pois é, o povo carioca é muito mal INFORMADO, tbem só pensam em "carnaval, futebol, cerveja e praia", não pode ter cultura mesmo.

  • Jô Abreu Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:48

    Os S falados em Portugal são iguais aos do Rio, um pouco menos chiados, mas os R são iguais aos dos paulistanos. Há uma região em Portugal (Serra da Estrela), onde os S são iguais aos dos paulistas, mineiros, capixabas, etc. Os R cariocas são iguais aos dos franceses e não dos portugueses. Na época em que a família real chegou ao Rio, era chique falar francês.

  • Cecilia Pece Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:33

    Ayra Faria Vcs são folgados , sim, vcs só conhecem "cerveja, praia e carnaval"…RJ não produz NADA, é uma cidade IMPRODUTIVA que vive as custas dos TURISTAS. Quem mantém a maior economia do País é SÃO PAULO, a maior cidade do BRASIL….Vaõ se informar melhor, ou então : Vão estudar atualidades!

  • Cecilia Pece Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:29

    Caio Marques Eu moro numa cidade linda e tranquila chamada SANTOS S/P..Um dos litorais mais lindos do BRASIL….Procura no Google a cidade de Santos! Vc é tão mal informado, que o Rio Tietê é na capital PAULISTA…Eu moro há 70 km , PRAIAAAAAAAAAAAAA!!

  • Marisa C Melo Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:21

    Sou mineira, mas amo o Rio como se fosse minha cidade, coisa ruim tem em todo lugar, prefiro admirar e comentar as coisas boas da cidade maravilhosa, a começar pelo carinho de seus moradores

  • Magda Gardelli Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:17

    Quem disse que o sotaque português do Rio é considerado padrão nacional é um ignorante. Não há padrão nacional, pois a língua é viva e quem a faz são são falantes. Argumentos ridículos e preconceituosos.

  • Airton Garbellini Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:10

    continuando: vc conhece outra região do Brasil, ou só o Rio. Venha pra São Paulo curtir uma cidade que nunca dorme; venha conhece Santos e sua orla, considerada o maior jardim litorâneo do mundo, segundo o Guiness; venha conhecer nossas florestas, cachoeiras, litoral norte, cidades do circuito das águas, etc.

  • Airton Garbellini Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:06

    Desculpe Heron, o surf nasceu em Santos – SP.

  • Jorge Cheuen Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 21:05

    sem coments

  • Ricardo Novaes Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 20:40

    tEM TANTA COISAS BOAS NO RIO E QUE SAO DAQUI MAS COM CERTEZA NÃO É FHC PRIVATISTA E FCM CHEIRADO

  • Mari Teixeira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 20:40

    Abafa essa parte do Garotinho, Collor e FHC , que fica feio pra gente. #vergonha

  • Kristal Bronzoni Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 20:13

    Lívia Pereira eles abusam da *boista* em homenagem ao Tiete!!!!

  • Kristal Bronzoni Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 19:59

    Marcia Bruno Flamenguista, ne? kkkkk

  • Caio Marques Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 19:31

    Cecilia Pece fazer o que se o RJ é o melhor lugar para se viver no Brasil?
    Vai lá curtir seu Tietê e para de falar mal dos Cariocas, sua invejosa.

  • Ayra Faria Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 19:29

    Cecilia Pece, quanta ignorância! Cariocas = folgados e ladrões?? Nada mais mal educado e arrogante que generalizar dessa forma.

  • Caio Marques Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 19:29

    LEIAM O TÍTULO DO POST "5 COISAS QUE VC TALVEZ NÃO SAIBA SOBRE O RJ"

    Alguém falou que são boas ou ruins? Não! Só foi dito que talvez vc não saiba.

    Sim, é biscoito.
    Sim, nosso sotaque é considerado o padrão nacional.
    Futevôlei e Frescobol é muito bom.

    Acho ridículo as pessoas terem o prazer de jogar o RJ para baixo.
    Cada lugar tem a sua cultura, prós e contras.

  • Daniel Ribeiro Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 19:23

    Esse texto é uma ode ao Rio e ao carioca. Basta ler as entrelinhas.

  • Walter Junior Almeida Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 19:20

    Eu acho que o senhor Quintino Gomes foi um pouco infeliz com duas citações: A bolacha e os presidentes. Uma é discriminatória e a outra uma vergonha nacional ou mundial. pra ficar a favor do Rio, não há necessidade de certos pronunciamentos, que com certeza, desse jeito, arrumará contras e nunca a favor do nosso Rio de Janeiro. Eu prezo pelo justo e o correto. todos somos iguais. a cada um as suas devidas situações: países,estados,sotaques…não importa.Eu sou carioca do bairro de Marechal Hermes. Amo o Rio,sou a favor do Rio e, pela minha visão acho que a maioria gritante da nossa cidade ficarão de acordo com essa minha colocação. Nunca fomos inimigos de ninguém e nunca seremos. O rio de janeiro sempre esteve e sempre estará abertos para todos sem distinção de nada. Se um equivocado aqui em nossa cidade fechar uma porta os demais restantes abrirão sempre! O VERDADEIRO CARIOCA.

  • Cecilia Pece Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 19:02

    Vcs são muito "Folgados" isso sim, querem levar vantagem em tudo. Haja visto que os dois Presidentes LADRÕES que tivemos são CARIOCAS.

  • Cecilia Pece Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 19:01

    Qual a maior cidade do Brasil?….SÃO PAAAAAAAAAAAULO!..tenho dito!

  • Marcia Bruno Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 18:49

    Kristal Bronzoni Descoberta!!!!!! Putz tu está mal!

  • Sementinha da Vida Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 18:24

    Ah. quem bota é galinha

  • Sonia Santana Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 18:04

    Santa bobagem

  • Heron Louvize Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 17:47

    Quintino, só quem é Carioca e vive nesta cidade, se orgulha com o texto que você publicou (tirando o Sr. Collor).
    Acordar de manhã e poder andar na Lagoa ou dar uma volta de skate do Leblon à Copacabana, passando pelo berço do Surf no Brasil, o Arpoador, é realmente gratificante.
    Fora isso, as cachoeiras da Zona Oeste, os bares da Zona Norte e as montanhas (com temperaturas europeias, rs) compõem esta cidade, MARAVILHOSA por natureza, literalmente falando.
    Ver o povo de fora falando, para o Carioca, é engraçado demais e mais gratificante ainda, pois infelizmente em NENHUM lugar deste Brasil, quiçá do mundo, poderá ter o nosso "way of life".

  • Thiago Petherson Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 17:18

    Nossa ! Que raiva do nosso Estado, hein !

  • Thiago Petherson Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 17:16

    Felipe Bouchuid Praias, Melhores Belezas Naturais do Brasil, Copa, Olimpíadas, Pan, Cinema Nacional, Lazer, Petróleo Abundante, Florestas, Mídia, Turismo … Filantropos, Playboys, Gênios … SUHAUSIASUSAHSUAHSUA

  • Isabel Jordão da Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 17:11

    Ai minha irmã estou orgulhosa de ti defendeu legal meu Campo Grande. Mato Grosso Do Sul.ai eu vi Que voce é das nossas. Prabens por defender a nossa terra .

  • Bruno Carvalho Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 17:05

    Grandesss Merrrrrdasssss

  • Thiago Petherson Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 17:01

    Lidia Cerqueira Claro que essa opinião do 'Separatismo Carioca' , foi uma ideia meio que sarcástica da minha parte. Não falei sério. Mas que somos o Estado que trás mais Turismo, Esporte, Mídia, Petróleo etc … para o País. Isso sem dúvida nenhuma é a mais pura verdade ! Mas, suas palavras foram perfeitas Lídia.

  • Thiago Petherson Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:55

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. é muita inveja contra um País(Rio de Janeiro) só. Por isso que defendo mesmo a ideia da nossa independência… Assim, aposto que o PIB do Brasil vai cair uns 60%

  • Lívia Pereira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:55

    Do jeito que vcs quiserem…hahahahha

  • Thiago Petherson Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:50

    Lívia Pereira. Se consideram a ultima 'BOLACHA' do pacote mesmo, literalmente. AUSHAUHSUASHAUHSAUSAS

  • Thiago Petherson Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:48

    Rodrigo Viviane Lucas Santana . Trabalha muito, quem precisa muito. Trabalha pouco, quem precisa pouco !

  • Tucca Brandão Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:44

    Pedro Santos não é bem isso que falam meus amigos Paulistas, fora que ônibus à noite é precário vc tem que dormir na rua ou desembolsar pro taxi

  • Andre Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:42

    Quanta besteira, somos todos brasileiros. Sou Carioca, moro no Rio e não troco a minha cidade por nada neste mundo. Paulistas, Capixabas, Baianos, etc..todos tem que defender a sua cidade, é perfeitamente comum isto. O incomum é a toda esta agressão gratuita.Aos que criticaram de forma mais ferrenha, por favor, viagem pelo Brasil, saia da "casca" do seu estado, promova uma mudança em você…conheça os lugares. Adoro SP, BH, MG, AM, etc…pois todos pertencem ao meu País.

  • Evaristo Oliveira Cortador Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:41

    COLLOR,FHC E FRESCObaal.sem COMENTARIOS

  • Lívia Pereira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:38

    Claudia Damasio Miguel,que eu saiba as paulistas são as mais secas,antipáticas,se acham a última bolacha do pacote,etc e etc!!! Povo sem carisma é esse povo de São Paulo,gosto mesmo é do meu Rio…Onde o povo vive com sorriso estampado no rosto, onde segunda a segunda é dia de praia,onde faz calor por todo o ano..! Meu Rio,ôh,ôh…O Rio de Janeiro continua lindo e sendo a cidade MARAVILHOSA!!!! 😉

  • Sameila Castilho Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:26

    Lívia Pereira Ou podia ser boxxxxxxxxxxxta como os cariocas kkkkkkkkkkkkkk

  • Lívia Pereira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:25

    O povo de São Paulo curte muito esse "bordão": BOSTA!!! Hahaha
    Nada contra,hein…Só uma observação..rs

  • Rachel Campelo Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:24

    FHC e Collor. Sem mais.

  • Pedro Santos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:23

    São Paulo é bem mais tranquila, a qualquer hora do dia ou da noite vc sai tranquilha e sem medo de assalto.

  • Mhilson Ramos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:22

    OUTRA CURIOSIDADE: O RIO PRODUZ MUITA BOSTA TAMBÉM. DOIS FERNANDOS , CADA UM MAIS MERDA QUE O OUTRO.!

  • Júlio César Fólla Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:19

    Não que eu não goste do Rio, mas agora coloca ai coisas que os Cariocas não sabem sobre São Paulo…Com certeza vão ser mais que cinco.

  • Naiane Conde Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:16

    Enilce Bussolo Existem sim e muita, mas ainda sim, não arriscaria a morar no Rio. Opinião minha.

  • Natália Santana Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:14

    Cara, foi mal aí, mas o padrão pra língua cantada nacional é o paulista. Falo isso como estudante de canto. Não que eu goste, mas fazer o que né? kkkk

  • Enilce Bussolo Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 16:14

    Até parece que em outras cidades do Brasil, não existe violência.

  • Rodrigo Viviane Lucas Santana Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 15:57

    povinho vagabundo esse!

  • Tatiana Rodrigues de Andrade Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 15:55

    Aff,quanta abobrinha,eu não troco minha bolacha por nenhum biscoito…

  • Eliane Caccavo Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 15:51

    Uai Alimentos Você dá de comer?

  • Felipe Bouchuid Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 15:44

    O que tem no Rio além da Zona sul? Ah! sim…Favela.

  • Marcia Oliveira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 15:38

    Eduardo Spiller… Isso de norma pra mim não existe, falam errado mesmo, pais e paz com a mesma pronuncia, é preciso ligar a frase a palavra pra entender….

  • Andrea Lima Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 15:25

    Desde quando existe um padrão de sotaque a ser seguido???????????? Estão precisando é de uma boa aula de linguística KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Andréa Ghetti Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 15:16

    FHC e COLLOR: duas BOSTAS!!!!

  • Pericles Alvares da Costa Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:56

    Não achei graça nenhuma,perdi meu tempo lendo isso e o flamengo é do Rio.(que merda).kkkkkkkkk

  • Lucia Helena Da Cruz Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:56

    A inveja mata ….. KKKK vai dizer que vcs não têm vontade de curtir um pouquinho no Rio ??!!!! Podem confessar….

  • Naiane Conde Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:54

    Acho que isso é verdade mesmo. Essa matéria está muito tendenciosa.

  • Naiane Conde Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:54

    O Rio de Janeiro é um linda cidade, sem dúvidas, mas eu jamais moraria lá por causa da violência.

  • Jorge Luiz De Lima Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:53

    Gosto muito do Meu Rio de janeiro,mas temos outras cidades muitos bonitas e importantes vivi em São paulo propriamente na cidade de maua abcd, ,el lá tem um bairro onde eles treinam com motos, muito bom,adorei Ribeirão Pires,as praias da ilha grande são lindas,pô gente praias do maranhão são lindas.Ai não e so Rio de janeiro, Claro eu irei comentar sobre o Rio, Não é só
    o rio não. sou carioca da gema ,mas tambem tem outros lugares nesse Brasil lindo.

  • Marcio Luz Santos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:42

    POW, EU TENTO SER HUMILDE, MAS O RESTO DO BRASIL NÃO DEIXA. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • André Bulhões Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:35

    E você acha mesmo que algum estado do Brasil quer ser igual ao Rio??? Pra que???Ja bastam os problemas que nós temos, você acha que vamos querer tomar o Rio como modelo???Sò pode estar a brinca…kkkkkkkk

  • Marcio Luz Santos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:34

    Não, carioca não trabalha, vive dos paulista que trabalham damaisssssssssssssss

  • Maisa Cavalcanti Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:33

    O RIO DE JANEIRO é a melhor cidade do mundo pra se morar, o carioca é gente boa de melhor qualidade, adoro o RIO a CIDADE MARAVLHOSA!!!

  • Robson Santos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:32

    O que tem no Rio além de Zona Sul? Desordem, violência, pobreza, essa mania de grandeza onde no Rio tudo é melhor, etc, etc, etc. Cariocas, por gentileza respeitem as culturas fora de sua Cidade e aprendam a ser humilde.

  • Marcio Luz Santos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:31

    Renan Romanini com certeza obra da ficção, Pow os outros estados do Brasil, jamais serão iguais ao Rio , nem em sonho. Com favelas, saúde ruim, collor ladrão, fhc e por aí vai. O bom disso tudo, que o de ruim só tem no Rio, o resto é tudo um paraíso. O sotaque de Vocês são lindos. a policia dos outros estados não são corruptas, os politicos são muito bons, a saúde nem se fala um " exemplo" de sus, Conclusão só o Rio que não presta, Por isso eu prefiro ser CARIOCA MESMO, pq aqui no rio eu me entendo.

  • André Bulhões Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:28

    Eduardo Spiller mas vc deve concordar que o sotaque é horrivel….fonética totalmente prejudicada. S com som de X só no rio msm…..rsrsrs

  • André Bulhões Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:27

    kkkkkkkk….esse pirou

  • Vanessa Fonseca de Freitas Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:23

    Vamos todos dormir melhor à noite depois de ter aprendido essas 5 coisas tào importantes para a raça humana. Mas vamos combinar, ser orgulhoso de ter fast food americano (uau!), presidente corrupto (hà), discordar do modo de falar regionalista que nào seja o proprio (ui!)… nào tinha nada de melhor nào? Acho que nào.

  • Renan Romanini Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:20

    André Bulhões Isso eu concordo contigo rs

  • André Bulhões Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:16

    .Desculpe por generalizar, nas duas cidades existem pessoas sem educação e pessoas com educação Não é uma competição entre Rio e Sampa, na maioria das vezes as coisas são levadas para este lado infelizmente. São Paulo tem um monte de problemas , em alguns casos mais graves que os do Rio. O que acho é que a mídia (globo) que passar uma imagem irreal do Rio de Janeiro. Tenho família no Rio e amigos também.

  • Nadia Bevilacqua Loira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:15

    Sem comentarios mais !

  • Vanessa Fonseca de Freitas Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:09

    nào existe malandragem no bom sentido.

  • Joaquim Simão Gouvêia Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:07

    Isso não é sotaque sua professorinha de merda, já morei lá e tem gente que além de falar assim, ainda escreve!!!!

  • Renan Romanini Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:05

    André Bulhões Só acho curioso falar sobre violência uma cidade que é mais violenta.. sobre educação.. etc

  • Tácito Reis Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:02

    Bem, só digo que praticamente toda a Petrobras e o BNDES ficam aqui…

  • Tácito Reis Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 14:01

    Lcarlos P. de Araújo E esse "nojeira" com "G"ae fera??

  • André Bulhões Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 13:52

    Renan Romanini …ah tah …qualquer semelhança com o Rio é obra de ficcção? hahahahaha

  • Sameila Castilho Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 13:51

    Oq adianta ter tudo isso? O serviço de saúde é uma bosta, bem pior que o de São Paulo, e na boa, Collor?? so rindo mesmo!

  • Constantino Frantzezos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 13:48

    O sotaque mais parecido com o português de Portugal é do sul de Santa Catarina e não do Rio de Janeiro.

  • Renan Romanini Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 13:48

    hahahahahhahahahahahahaha, "o povo é mal educado, tem favela pra todo lado e a violência é uma das piores do país". Tava falando de São Paulo mesmo?

  • Misael Andre Machado Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 13:20

    TRabalhamos comendo cu de curioso

  • Raquel Santos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 13:18

    Sou paulista e adorei o humor no biscoito X bolacha. Oxi gente chata, credo! rssrsrs

  • André Bulhões Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 13:15

    Olha sou de São Paulo e aqui chamamos biscoito de bolacha …qual é o problema? O Rio é uma cidade bonita pela natureza, mas o povo é mal educado, tem favela pra todo lado e a violência que uma das piores do país. O povo do Rio se acha especial como se fossem mais brasileiros que os outros, mais é um povo como qualquer outro não tem nada demais. O faz o Rio ser tão comentado é a GLOBO, que é no Rio,

  • Allan Rodrigues Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 13:07

    Kristal Bronzoni kkkkkkkkkkkkkkk

  • Luiz Carlos P. de Araújo Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 13:06

    Só a Globo não ve a nogeira que é o Rio, tem muita coisa boa,mas em compensação o que não é bom predomina.

  • Kristal Bronzoni Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 12:59

    Samia Sodre E o que vc me diz do seu estado? ou passa tanto tempo na igreja que nao ve o que se passa a sua volta?

  • Geisiani Modolo Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 03:04

    O sotaque carioca é tão horrível quanto o português de Portugal, hahaha.

  • Marilene Carvalho Furtado Pena Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 03:04

    Eu amo o Rio,é um belo lugar e o povo é super cordial,to morando aqui no R.S a 15 anos e ainda tenho sotaque carioca,é um lugar perigoso pra morar,mas toda cidade grande está assim…

  • Natalia D'Oliveira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 03:01

    Sim, agora nos diga algo construtivo q enriqueça de verdade o nosso vocabulário, sem preconceito e c um toque de respeito. Só q fique esclarecido, biscoito ou bolacha são palavras regionais. Não tem o q questionar meu caro.

  • Deise Guerra Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:59

    ê, que falta que não faz uma escola, hien! Quem colocou a definição retirada do dicionário que bolacha é forma "informal", ou seja, é quase uma gíria (isso em todos o Brasil). Agora veja a definição correta em vários dicionários sobre a bolacha:

    bo·la·cha

    (bolo + -acha)

    substantivo feminino

    1. (formal, padrão) Espécie de biscoito de farinha muito fino.

    2. [Informal] Bofetada, tapa.

    3. [Brasil] Suporte para colocar debaixo de copos ou garrafas, geralmente para proteger a superfície onde são colocados ou para quantificar o número de bebidas consumidas. = BASE DE COPO, RODELINHA

    "bolacha", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/DLPO/bolacha [consultado em 07-01-2014].

    MUITA GENTE AQUI FUGIU DA ESCOLA KKKKK e não estou defendendo ninguém, pois nem paulista e nem do rio eu sou…

  • Dayse Figueiredo Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:37

    Sou de João Pessoa/PB (sou apaixonada por minha cidade), mas não NEGO, tenho uma quedinha pelo Rio – ainda vou comprar bixxxcoito lá! I <3 Rio!

  • Leo Migueles Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:34

    Anderson Braun e quem aqui no Rio está preocupado com o resto do país ???? causo ??? kkkkkkkkkkkkkk boa noite caipira !!! bom 2014 !!!!

  • Guilherme Atz Colatino Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:33

    Leo Migueles desde pequeno sempre amei o rj sempre sonhei em morar no rj mas qndo cheguei aqui no rj vi q nao era tudo isso tirando a zona sul,mas as pessoas sao acolhedoras e adoraveis…

  • Luciano Senna Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:31

    Porrada de invejosos dos Carioca. Tem que respeitar os cariocas

  • Denny Store Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:27

    A única coisa que vocês fazem bem é bater carteira

  • Eliane Vaccavo' Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:26

    RIO DE JANEIRO: EU AINDA VOU TE DEIXAR!

  • Kasoba Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:26

    kkkkk

  • Kasoba Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:26

    BOLACHA

    1 Rubrica: culinária.
    biscoito chato de farinha de trigo ou maisena, doce ou salgado
    2 Uso: informal.
    tapa aplicado no rosto com a mão espalmada; bofetada, bolachada
    3 Derivação: sentido figurado. Regionalismo: Rio Grande do Sul.
    advertência com caráter disciplinar; reprimenda, lição
    4 Derivação: sentido figurado (da acp. 1). Regionalismo: Brasil. Uso: informal.
    coisa banal; trivialidade
    5 Derivação: por analogia (da acp. 1). Regionalismo: Brasil. Uso: informal.
    suporte de papelão para copos e garrafas em forma de disco ou quadrado; rodelinha
    6 Rubrica: indústria fonográfica. Uso: informal.

  • Anderson Braun Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:24

    Leo Migueles biscoito não é cultural pro resto do país, apesar que todos sabemos que são palavras distintas com o mesmo significado, mas só vcs criam causo por causa disso!

  • Leo Migueles Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:24

    Guilherme Atz Colatino imaginei !!! kkkkkkkkkkkk

  • Guilherme Atz Colatino Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:22

    Leo Migueles n

  • Leo Migueles Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:22

    Kasoba Silva kkkkkkkkkkkkkkkk vai comer "bolacha" ai seu trouxa !!! kkkkkkkkkkkkkkkk

  • Kasoba Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:20

    Biscoito não, biXXXcoito!

  • Kasoba Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:17

    Leo Migueles Nossa, vou ter que despir, Socraticamente tua ignorância, para na maiêutica do dicionário Houaiss, levar-te ao conhecimento?

    1 Rubrica: culinária.
    biscoito chato de farinha de trigo ou maisena, doce ou salgado
    2 Uso: informal.
    tapa aplicado no rosto com a mão espalmada; bofetada, bolachada
    3 Derivação: sentido figurado. Regionalismo: Rio Grande do Sul.
    advertência com caráter disciplinar; reprimenda, lição
    4 Derivação: sentido figurado (da acp. 1). Regionalismo: Brasil. Uso: informal.
    coisa banal; trivialidade
    5 Derivação: por analogia (da acp. 1). Regionalismo: Brasil. Uso: informal.
    suporte de papelão para copos e garrafas em forma de disco ou quadrado; rodelinha
    6 Rubrica: indústria fonográfica. Uso: informal.
    disco (fonográfico) de qualquer tipo

  • Leo Migueles Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:05

    Kasoba Silva Não existe 2 significados… bolacha é tapa na cara e ponto.

  • Kasoba Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:03

    Leo Migueles Por aqui também, mas sabemos dos dois significados! Como você deveria saber também!

  • Leo Migueles Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 02:02

    Kasoba Silva não…bolacha no Rio é tapa na cara !!!!!!!!!!!

  • Jupiter Marcellus Amaral Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:58

    Nem eu e nem nenhum mineiro que conheço fala biscoito, mas isso varia muito de cada região do estado.

  • Kasoba Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:57

    Leo Migueles Uma palavra: dois significados! Vocês no Rio não analisam o contexto da situação para interpretar palavras?

  • Guilherme Atz Colatino Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:57

    rio é zona sul e tijuca só !!!

  • Kasoba Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:56

    "o sotaque carioca é considerado padrão nacional" Por quem? Pela globo e sua programação??? kkk

  • Allan Tri Cavalcante Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:51

    Nem eu e nem nenhum mineiro que conheço fala bolacha. Sempre biscoito. Mas entendo quando alguém fala, afinal, bolacha com o sentido de tapa, como falaram em outros comentários, já não se usa mais.

  • Leo Migueles Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:51

    Guilherme Atz Colatino vc é carioca ???? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Sheila Leal Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:49

    Como os outros Estados são invejosos. aff

  • Guilherme Atz Colatino Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:49

    zona sul apenas pq o resto é um lixo e lixo que eu falo é o lixo no chao mesmo kkkkkkkkkkkkk

  • Guilherme Atz Colatino Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:42

    Mora no Leblon mas nao tem agua kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Leo Migueles Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:41

    vem pro Rio e pede uma bolacha…vai tomar um tapão no meio da sua cara !!!! kkkkkkkkkkkkkk

  • Leo Migueles Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:41

    Ser carioca é ser superior….é ser invejado….. kkkkkkkkkkkkkkkkkk Rio de Janeiro é o melhor lugar do mundo… !!!!!!!!

  • David Freitas Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:36

    Mas o Garotinho não é carioca. Ele nasceu em Campos.

  • Vitor Hugo Vianna Rodrigues Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:36

    Luis Fernando Llanos Ate na favela eles trabalham , Renda dos caras é maior que o pré-sal, tão investindo errado.

  • Luis Fernando Llanos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:34

    Vitor Hugo Vianna Rodrigues , chove é favela kk

  • Janaina Nogueira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:33

    Grande bosta!

  • Carolina Fernandes Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:33

    Pior é você, pai de família, que gasta o seu tempo falando mal de carioca na internet.

  • Anderson Braun Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:26

    mudou minha vida… acho ridículo alguém chegar e pedir um biscoito!

  • Junior Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:26

    Isso se chama cultura regional, ninguém está erra . Todos conseguem se comunicar na comunidade em que vivem.

  • Vitor Hugo Vianna Rodrigues Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:22

    Trabalhamos não, aqui chove dinheiro, Outra qualidade do Rio De Janeiro, Agregando valor .

  • Jupiter Marcellus Amaral Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:22

    Fala sim.

  • Jupiter Marcellus Amaral Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:19

    kkkkkk E ainda se orgulham de ser a terra natal do político mais picareta da história do Brasil-sil-sil !

  • Jason Araujo Araujo Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:05

    carioca não trabalha é por isso que cria esportes entre outros, há muito tempo ocioso para criar.

  • Paz Lê Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:02

    Virou carioca fluminense!!!!

  • Lucileide Pinheiro Fernandez Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 01:01

    concordo plenamente com a Gislaine é tudo uma questão de regionalismo, não existe certo e errado nesse ponto, existe sim diferenças regionais por exemplo o aipim no rio de janeiro é a mesma mandioca em goiás, macaxeira no nordeste e assim por diante….

  • Renata Maga Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:59

    Nossa…como enriqueceu meus conhecimentos rsrsrsrs

  • Renata Maga Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:59

    Nossa…como enriqueceu meus conhecimentos rsrsrsrs

  • Renata Maga Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:59

    Nossa…como enriqueceu meus conhecimentos rsrsrsrs

  • Erica Zanardo Oliveira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:56

    Biscoito? Oi?! ????????

  • Erica Zanardo Oliveira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:56

    Biscoito? Oi?! ????????

  • Erica Zanardo Oliveira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:56

    Biscoito? Oi?! ????????

  • Marcia Oliveira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:50

    Não concordo que o sotaque seja padrao. Existem duas palavras que o carioca pronuncia da mesma maneira e com significados totalmente diferentes, PAIS E PAZ, Mas eu sendo mineira e vivendo no Rio, eu adoro o sotaque carioca…

  • Marilia Paiva Rocha Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:49

    No Paraná e no Mato Grosso do Sul eles falam bolacha, mas no meu Estado do Rio falamos biscoito.
    Os catarinenses, também tem o chiado carioca, influência dos Assorianos. No final tudo tá certo.

  • Nadia Bevilacqua Loira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:49

    Malandragem no bom sentido !

  • Marisa Zanardo de Oliveira Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:48

    Bolacha é um "tapa" na cara da sociedade!!

  • Marilia Paiva Rocha Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:47

    Tem gente que nasce carioca, não é o meu caso, mas tem gente que adoraria ser carioca, mas como não dá, vamos malhar, né? Carioca e um estado de espírito.

  • Marilia Paiva Rocha Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:45

    Bolacha no Rio é outra coisa.

  • Isac Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:40

    mineiro não fala bolacha ,mas gosto do rio com seus ssssssssssss

  • Gislaine Aguiar Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:38

    Em relação ao biscoito e a bolacha, isso é regional, ninguém está errado para ser corrigido.
    Na maioria dos lugares se fala bolacha e num outro, bem menor, se fala biscoito.
    Vejam a diferença que há no Nordeste e no Sul sobre a palavra 'rapariga'. Quem está certo? Quem está errado? Então não venham me falar que bolacha não é correto!!!

  • Mariza de Rezende Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:32

    Desculpe, a sexta "curiosidade" é que só é CARIOCA aquele que nasce na cidade do Rio de Janeiro. Esse senhor Garotinho, citado no item 5, não é carioca. Ele nasceu em Campos dos Goytacazes, município do Estado do Rio de Janeiro. Logo ele é campista.

  • Mariza de Rezende Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:32

    Desculpe, a sexta "curiosidade" é que só é CARIOCA aquele que nasce na cidade do Rio de Janeiro. Esse senhor Garotinho, citado no item 5, não é carioca. Ele nasceu em Campos dos Goytacazes, município do Estado do Rio de Janeiro. Logo ele é campista.

  • Joao Rosa Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:30

    Os portugueses colonizaram o Brasil? Acho que os portugueses colonizaram os índios, porque os restantes vieram depois e "indio" é coisa rara de se ver no Brasil de hoje. Quanto ao português falado, tanto em Portugal como no Brasil existem diferentes sotaques de acordo com a região. Certo?

  • Joao Rosa Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:30

    Os portugueses colonizaram o Brasil? Acho que os portugueses colonizaram os índios, porque os restantes vieram depois e "indio" é coisa rara de se ver no Brasil de hoje. Quanto ao português falado, tanto em Portugal como no Brasil existem diferentes sotaques de acordo com a região. Certo?

  • Alberto Alvarez P. Júnior Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:29

    E o autor desse artigo também rshh

  • Alberto Alvarez P. Júnior Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:29

    E o autor desse artigo também rshh

  • Alana Sparrow Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:28

    Mineiros não falam bolacha !

  • Alana Sparrow Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:28

    Mineiros não falam bolacha !

  • Gislaine Aguiar Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:27

    Essas duas pragas que acabaram c/ o Brasil tinham que ser cariocas 'meismo'

  • Joaquim Simão Gouvêia Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:26

    Impoisto, boista, ixpoisto… naiscimento, feista, goistar…. e assim por diante. Os cariocas se encarregaram o português simplesmente horrível……

  • Edneusa Sales Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:26

    Poderiam ter continuado onde nasceu….não faz falta alguma à Bahia.

  • Rafael Souza Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:19

    a claudia leitte e o jaques wagner(governador da bahia) tb são do Rio

  • Valmir Juliano Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:13

    Post bairrista. Aliás, a especialidade carioca. Povinho que diz que vive numa cidade maravilhosa e por si próprios se encarregam de transforma-la em um lixo, osh babacaish!

  • Marcio Luz Gomes Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:10

    Magdalena Bueno, sotaque é uma coisa, não saber escrever é outra.

  • Bianca Arruda Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:08

    Na realidade, carioca fala merrrmo e não, meixmo, rs.

  • Bianca Arruda Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:08

    Na realidade, carioca fala merrrmo e não, meixmo, rs.

  • Alexandre Pinheiro Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:06

    Que bosta!!!

  • Gustavo Maicá Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:05

    tirando a malandragem, é nois

  • Samuel Santos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:01

    Não entendi este post!!! Entendo que os cariocas são o povo mais ufanista que conheço! Mas qual a razão deste post!?

  • Nadia Bevilacqua Loira Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 23:15

    Adoro o Rio com todos os seus ssssssss…..e toda sua malandragem !

  • Rosana Oliver Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 23:13

    Kadu Novaes esse bixcoito também kkk

  • Kadu Novaes Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:57

    Esse "i" no "MeIxmo" foi criação sua… rs

  • Moises Karioca Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:51

    CARIOCAS SÃO SANGUE BOM….JÁ É

  • Ary Junior Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:47

    Gostaria de chamar atenção para um detalhe: O português Falado pelos Cariocas, tem seu sotaque idêntico ao sotaque dos Lusitanos de lisboa, já que, em outras regiões de Portugal, fala-se com sotaques diferentes deste, da mesma forma que aqui os Cariocas falam de forma diferente dos demais estados.

  • Arthurius Maximus Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:39

    O Rio tinha que sofrer mais essa desgraça de ter parido Collor.

  • Aline Nogueira Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:22

    Mônica Morena Vc tem toda a razão!

  • Mônica Morena Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:20

    Sao eles que tem de ter vergonha, nao nos cariocas trabalhadores e honestos. 😉

  • Marcus Malek Gomes Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:13

    maixxxxx quanta bexteira!

  • Leah Toledo Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:07

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk verdade!

  • Magdalena Bueno Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 21:41

    No Rio dizem "bixcoito",mas,escreve biscoito.Diz "meixmo",e,escreve mesmo.Vai entender!!!

  • Elderson Gomes da Cunha Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 21:09

    não existe mais padrão oficial de sotaque

  • Yoshua Garcia Dias Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 21:07

    é noixxx rsrs

  • Quintino Gomes Freire Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 19:59

    Carlos Vázquez OPS de novo! :-O

  • Soraia Rio Maravilha Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:51

    Felipe Gastão Barreto ainda bem que vc sabe da minha vida!!!kkkkkkeu sei muito bem oque é o RIO,conheço a mais tempo que vc!

  • Felipe Gastão Barreto Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:48

    Moro no Rio há 0 anos e afirmo, é muito mais do que uma simples pegação, O Rio é muito mais do que uma suruba suada…

  • Felipe Gastão Barreto Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:47

    Soraia Rio Maravilha Vc com seus mini bikinis e poses não convencionais na praia que o diga!!

  • Soraia Rio Maravilha Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:44

    Felipe Gastão Barreto falow santo!

  • Felipe Gastão Barreto Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:43

    Soraia Rio Maravilha É diferente gostar da fruta e ser promíscuo…

  • Soraia Rio Maravilha Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:41

    Felipe Gastão Barreto sei que vc é de goias,o povo lá deve ser bem careta mesmo,agora se vc não gosta da fruta o problema é seu!!!vai se acustumando,vc agora está no RIO!

  • Felipe Gastão Barreto Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:38

    Soraia Rio Maravilha Comcerteza, do jeito que vc se veste na praia, com micro bkinis, vc deve ser bem chegada…naquilo..

  • Soraia Rio Maravilha Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:37

    Felipe Gastão Barreto ñ falei dvc..mais se serviu!!!!!kkkkkkk agora,que os cariocas são os mais gostosos,são!!!!xau!!1

  • Felipe Gastão Barreto Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:35

    Soraia Rio Maravilha Que horror!! Olha quem fala!!..

  • Soraia Rio Maravilha Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:30

    melhor do que ser malacabado!!!kkkkkkkk

  • Felipe Gastão Barreto Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:10

    Que povo narcisista, chega a ser doentio..

  • Joyce Teixeira Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:00

    de fato tem partes de minas que falam bolacha, meus primos de minas, da parte do interior, em Araxá, falam bolacha

  • Carlos Vázquez Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 17:57

    Ainda não, agora aparece 1008. xD

  • Will Braga Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 16:07

    O numero 5 eu prefiro ignorar

  • Quintino Gomes Freire Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 14:50

    :-O Corrigido!

  • Aline Nogueira Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 14:21

    Fernandos cariocas…tenho vergonha de ser carioca 🙁

  • Eduardo Rizzo Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 14:18

    biscoito globo e o mate gelado

  • Renan Peres Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 12:47

    Só acho que no número 1 é 1808 e não 2008… kkkkkkk

  • Maik Texer Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 12:21

    kkkk verdade, agora que eu vi '-' É que acho que no Sul de minas, devem falar bolacha, já que a maioria dos mineiros que vem pra cá ou é de lá, ou da zona da mata, talvez por isso.

  • Juliana Menezes Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 12:18

    Maik Texer na foto meu anjo.. está escrito "lê o pacote, paulista e mineiros" ali embaixo escrito de vermelho… não falei da matéria do blog, somente comentei a foto… 😉

  • Maik Texer Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 12:15

    Onde ai fala de mineiros? Apenas diz que a palavra usada em SP não é Padrão, sim biscoito que no geral é da língua portuguesa própria, não só daqui. E nem em todos os lugares do estado do RJ aqui fala biscoito, em algumas cidades falam bolacha.

  • Juliana Menezes Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 11:58

    Desculpa aí pessoa que tirou a foto do biscoito, mas sou mineira de BH e sempre falei biscoito, nunca bolacha…. Atualmente moro em Santa Catarina e aqui sim, eles dizem bolacha..

    • janaina Reply

      6 de Janeiro de 2016 at 11:09

      Morando no Sul de Minas sempre ouço é Bolacha e não Biscoito kkkkk

  • Thiago Azeredo Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 11:46

    Na Rua Hilário de Gouveia tem o primeiro Mc Donalds da America do Sul tb

  • Marcelle Figueiredo Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 11:11

    Bobs rua Domingos Ferreira, 236, fundada em 1952, o melhor!!!!

  • Isac Silva Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:40

    mineiro não fala bolacha ,mas gosto do rio com seus ssssssssssss

  • Gislaine Aguiar Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:38

    Em relação ao biscoito e a bolacha, isso é regional, ninguém está errado para ser corrigido.
    Na maioria dos lugares se fala bolacha e num outro, bem menor, se fala biscoito.
    Vejam a diferença que há no Nordeste e no Sul sobre a palavra ‘rapariga’. Quem está certo? Quem está errado? Então não venham me falar que bolacha não é correto!!!

  • Mariza de Rezende Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:32

    Desculpe, a sexta “curiosidade” é que só é CARIOCA aquele que nasce na cidade do Rio de Janeiro. Esse senhor Garotinho, citado no item 5, não é carioca. Ele nasceu em Campos dos Goytacazes, município do Estado do Rio de Janeiro. Logo ele é campista.

  • Joao Mrr Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:30

    Os portugueses colonizaram o Brasil? Acho que os portugueses colonizaram os índios, porque os restantes vieram depois e “indio” é coisa rara de se ver no Brasil de hoje. Quanto ao português falado, tanto em Portugal como no Brasil existem diferentes sotaques de acordo com a região. Certo?

  • Alberto Alvarez P. Júnior Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:29

    E o autor desse artigo também rshh

  • Alana Xavier Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:28

    Mineiros não falam bolacha !

  • Joaquim Simão Gouvêia Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:26

    Impoisto, boista, ixpoisto… naiscimento, feista, goistar…. e assim por diante. Os cariocas se encarregaram o português simplesmente horrível……

  • Rafael Souza Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:19

    a claudia leitte e o jaques wagner(governador da bahia) tb são do Rio

  • Valmir Juliano Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:13

    Post bairrista. Aliás, a especialidade carioca. Povinho que diz que vive numa cidade maravilhosa e por si próprios se encarregam de transforma-la em um lixo, osh babacaish!

  • Alexandre Pinheiro Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:06

    Que bosta!!!

  • Samuel Santos Reply

    7 de Janeiro de 2014 at 00:01

    Não entendi este post!!! Entendo que os cariocas são o povo mais ufanista que conheço! Mas qual a razão deste post!?

  • Nadia Bevilacqua Loira Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 23:15

    Adoro o Rio com todos os seus ssssssss…..e toda sua malandragem !

  • Moises Karioca Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:51

    CARIOCAS SÃO SANGUE BOM….JÁ É

  • Ary Junior Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:47

    Gostaria de chamar atenção para um detalhe: O português Falado pelos Cariocas, tem seu sotaque idêntico ao sotaque dos Lusitanos de lisboa, já que, em outras regiões de Portugal, fala-se com sotaques diferentes deste, da mesma forma que aqui os Cariocas falam de forma diferente dos demais estados.

  • Arthurius Maximus Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:39

    O Rio tinha que sofrer mais essa desgraça de ter parido Collor.

  • Marcus Bnei Noach Gomes Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 22:13

    maixxxxx quanta bexteira!

  • Magdalena Bueno Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 21:41

    No Rio dizem “bixcoito”,mas,escreve biscoito.Diz “meixmo”,e,escreve mesmo.Vai entender!!!

  • Elderson Gomes da Cunha Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 21:09

    não existe mais padrão oficial de sotaque

  • Yoshua Garcia Dias Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 21:07

    é noixxx rsrs

  • Felipe Gastão De Barros Barreto Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 18:10

    Que povo narcisista, chega a ser doentio..

  • Aline Nogueira Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 14:21

    Fernandos cariocas…tenho vergonha de ser carioca 🙁

  • Eduardo Rizzo Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 14:18

    biscoito globo e o mate gelado

  • Renan Peres Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 12:47

    Só acho que no número 1 é 1808 e não 2008… kkkkkkk

  • Juliana Menezes Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 11:58

    Desculpa aí pessoa que tirou a foto do biscoito, mas sou mineira de BH e sempre falei biscoito, nunca bolacha…. Atualmente moro em Santa Catarina e aqui sim, eles dizem bolacha..

  • Thiago Azeredo Reply

    6 de Janeiro de 2014 at 11:46

    Na Rua Hilário de Gouveia tem o primeiro Mc Donalds da America do Sul tb

Deixar um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password