Aedes_aegypti_seitlich Vamos ser sinceros, o problema de mosquitos surge no verão, época de chuvas e calor e tende a diminuir com a entrada do outono. Por isso não entendi muito bem o por quê de uma hora para outra ter sido criado uma gabinete anti-dengue e todo este espetáculo midiático para um "Vamos finalizar o Aedes Egypts", este maldito mosquito.

Mas o que dá raiva é ver alguém como o Ministro Temporão querendo aparecer, como se ele agora fosse resolver tudo! Mas oras, o Governo Federal é o mesmo que gastou só um pouco mais da metade do programa de prevenção a dengue, de acordo com o site Contas Abertas/UOL.

Dengue: governo federal executou apenas 55% em programa de prevenção

Em meio à epidemia de dengue no estado do Rio de Janeiro, não é difícil imaginar que o governo federal tenha executado mal suas principais ações de prevenção e vigilância à doença. Ano passado, o Ministério da Saúde aplicou apenas 55% do total de R$ 68,1 milhões no Programa de Vigilância,
Prevenção e Controle da Malária e da Dengue, sendo que a principal ação destinada à doença que castiga o Rio usou apenas 31% dos recursos previstos no Orçamento Geral da União (OGU).

É bom lembrar que normalmente o problema da dengue é devido a desleixo da própria população!

E voltemos a nossa programação normal.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui