CPI dos ÔnibusJá diria o Barão de Itararé: “De onde menos se espera é que não sai nada mesmo”, pois a Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro não decepcionou, provou que quando a maioria é PMDB, primeiro vem proteger os seus, depois vem o interesse dos cariocas.

Hoje foram eleitos o presidente e o relator da CPI do Ônibus, e sem surpresa, Chiquinho Brazão (PMDB) e Professor Uoston (PMDB) capitanearão os trabalhos de investigação. Mas olha que interessantes, ambos votaram contra a CPI (veja a lista de quem votou a favor e contra a CPI do Ônibus). Como o governo Eduardo Paes (PMDB) não quer nada investigado, coloque-se então quem nada quer investigar, simples assim.

Parece que os vereadores e o prefeito esqueceram de onde saiu a licitação, das manifestações de junho. Só podem ser favoráveis ao povo na rua, isso explicaria fazer ouvidos moucos e colocar pessoas que nada farão, nem jogo de cena.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui