Aglomeração de pessoas sendo identificada na região da Central do Brasil através de câmera de trânsito do RJ - Foto: Divulgação/CET-Rio

A partir desta quarta-feira (13/05), as 489 câmeras de monitoramento de trânsito existentes na cidade do Rio de Janeiro ganharão uma nova função. Contando com detectores de identificação de pessoas, elas serão utilizadas para constatar aglomerações.

A ação, que visa combater a proliferação do Coronavírus no município, será possível de ser realizada graças a um software, que possibilitará aos operadores detectar grupos de pessoas que, juntas, possam estar formando aglomerações.

Software sendo usado na região da Praça Sáens Peña, na Tijuca, identificando aglomerações – Foto: Divulgação/CET-Rio

O programa terá 3 tipos de luzes: verde, laranja e vermelha. Similar à ideia dos semáforos, a primeira cor indica o distanciamento recomendado de 1,5 metro entre as pessoas; a segunda, mostra que há um risco médio; por fim, a terceira, aponta um perigo real de aglomerações.

Imediatamente após a luz vermelha ser constatada, o Disk-Aglomeração, pertencente à Prefeitura do Rio, será acionado.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui