Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

Pasta de dente
Existe uma teoria da pasta de dente, que pode ser vista in loco no Reviver Centro. A Prefeitura aperta de um lado e todos os moradores de rua e camelos aparecem de outro. No caso, no resto do Centro e bairros como Lapa e Glória. Alô, Laura Carneiro!

Centro se recuperando
De toda forma, o Centro já dá sinais de recuperação, a Casa Urich, a predidelta deste colunista, já está com fila na hora do almoço. E com a vacinação avançando, ninguém segura o Rio.

Rio, eu te amo
Esta semana o Diário do Rio e a Agência Bartô firmaram parceria. Um dos trabalhos será a recuperação do orgulho em ser carioca.

Apoio pra inglês ver
Recentemente parte da imprensa andou alardeando que o Governador Cláudio Castro terá o apoio de 80 dos 92 prefeitos do estado. Parece até que os conselheiros não escutam o que andam dizendo aqui e acolá.

ALERJ, por exemplo…
Nos corredores da ALERJ, é “esse governo é muito atrapalhado, uma verdadeira bagunça”. Daí pra baixo.

Reformista
No início do ano tinha quem dissesse que Eduardo Paes não tinha mais a mesma força de outrora. Mas esse primeiro semestre mostra o contrário. Conseguiu aprovar, sem maiores sufocos, as reformas da Previdência, Tributária e o Programa Reviver Centro. Ganha o Rio.

A Escolha de Leite
Ao que parece a corajosa decisão de Eduardo Leite de dizer que é gay em rede nacional foi decidido em encontro com Eduardo Paes, entusiasta de sua campanha.

Três Mosqueteiros
E Leite já tem seus três mosqueteiros (ao menos no Rio), Eduardo Paes e seus secretários, Chicão Bulhões e Marcelo Calero. Os três foram os primeiros políticos a parabenizar o governador do Rio Grande do Sul.

Tino? Sim, Galvão.
Deputado do PSol do Rio, David Miranda, um dos maiores defensores da causa LGBTQI+, não elogiou o governador. Mas disse que não basta ser gay para representar a classe… Sentiu o golpe, Leite tira a pauta de gênero da esquerda.

Esqueçam de mim!
Marcelo Diniz, que ficou com a vaga de Dr. Jairinho na Câmara dos Vereadores, é ex-presidente da Associação de Moradores da Muzema e chegou a ser investigado quando da queda dos prédios na região. No release enviado para a imprensa, nenhuma menção a sua base eleitoral, no máximo à Jacarepaguá. Ele quer que esqueçam de onde veio. Parece até um ex-presidente da República, que na saída do governo disse “me esqueçam!”

Fantasmas na Câmara
Fontes afirmam que o MP está esperando apenas acabar a pandemia para uma ação contra funcionários fantasmas na Câmara dos Vereadores do Rio. É melhor chamar o Ghostbuster.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui