UERJ A Universidade Estadual do Rio de Janeiro vem a anos sendo sucateada muito causado pelo esquecimento seguido dos governos estaduais que não investem nem o mínimo necessário para o funcionamento. O que foi claramente observado durante o incêndio em que alunos que participavam de um encontro de estudantes de Direito – e que tentaram ajudar na contenção do fogo – denunciaram que as mangueiras e os extintores não estavam em condições de uso.

Há reclamações de vários alunos quanto a situação dos banheiros, limpeza, etc. Sem contar a falta de material para as aulas de medicina, engenharia, química e por aí vai.

O Governo do Estado não investe em educação, é fato. Isso deve acontecer há quase 10 anos, ou seja, pelo menos 2 turmas já se formaram nesta história toda. Tempo suficiente para ter sucateado totalmente a UERJ. Mas e o que os estudantes fizeram?

Basicamente, os universitários só reclamam! Basicamente isso, não procuram outra forma de captar recursos, seja eles mesmo doarem quantias para comprar materiais para a universidade, seja de limpeza, seja de estudo. Poderiam procurar ex-alunos também. Em países como os EUA, faculdade caríssimas como a Harvard, Stamford, MIT, não sobrevivem apenas da anuidade caríssima pagas por seus alunos mas também das gordas doações de seus ex-alunos. Aqui, o ex-aluno, quando muito doa uma biblioteca.

Imagine se alguns dos advogados, médicos, engenheiros formados pela UERJ que conseguiram ficar ricos retornassem para a faculdade parte do que recebeu de graça do Estado? Pelo menos a Universidade ia poder comprar mangueiras…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui