O número de abstenções bateu recorde na eleição deste ano, no Rio de Janeiro. Com praticamente 100% das urnas apuradas, foram 1.708.889 (35,45%) de pessoas que não foram votar neste domingo, 29/11, de segundo turno. O número é maior do que os 907.740 que votaram em Marcelo Crivella (Republicanos).

Brancos foram 156.529. Já os nulos ficaram em 1.708.889.

A Taxa de eleitores que não foram às urnas neste domingo superou a do primeiro turno, que já teve números altos. Rio de Janeiro e São Paulo têm índice acima de 30%, no Rio é o maior índice desde 2000.

No primeiro turno, a abstenção na cidade do Rio ficou em 32,8%, bem acima do resultado do país, de pouco mais de 23%. Entre as capitais, foi a segunda maior abstenção — atrás apenas de Porto Alegre (33,1%).

Especialistas citam que alguns fatores levaram a esses números. O número alto de casos de Covid-19 na cidade, as pesquisas dando Eduardo Paes bem à frente de Marcelo Crivella, o domingo de sol e a rejeição dos dois candidatos colaboraram para o índice.

5 COMENTÁRIOS

  1. Só esqueceram de falar q a abstenção foi maior q os votos do Eduardo Paes também! Só passar a informação que agrada aos próprios ouvidos também é uma forma de fake news!

  2. Na verdade, somadas as abstenções, os votos brancos e nulos, e ainda os que votaram no Crivela, o número é bem maior do que os votos de Eduardo Cabral, ops Paes. Ou seja, a maioria não votou no amigo de Jorge Picciani, Pezão, Sérgio Cabral e Rodrigo Maia.

  3. Daniel todo pagante de impostos tem o direito e dever de reclamar independentemente se votou ou não. Ir às urnas não quer dizer civilidade nem tampouco cidadania, quer dizer subserviência. Se você analisou através da mídia e das “autoridades”, sair às ruas era somente para o impreterível, no entanto, com o advento das eleições tudo pode! Pode aglomerar, respirar junto, se encostar, desde que o gado esteja no pasto. Paralelo a isso temos dois candidatos no R.J. Um incompetentemente que se vale da religião para arrebanhar os incautos. O outro um ladrão que poderá ser preso a qualquer instante. Que opção temos? Votar em quem e para quê? Reclamar sempre, pois é com o meu imposto que faz essa engrenagem corrupta funcionar nas três esferas, municipal, estadual e federal.

    • O que não votou pode reclamar porque é pagador de impostos mas é uma grande covarde aquele que não votou por achar que não vale a pena – e que depois vem reclamar (de política). Tem sempre uma opção menos pior, um rumo menos pior.

  4. Por isso que estamos nesse estado de coisas.
    O que se declara apolítico, depois quer reclamar.
    O que diz que não vota em ladrão corrupto e somente o candidato dele presta, que não eleito em 1º turno, então aí que não vai no 2º turno, também não tem que reclamar.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui