O que sobrou da Academia Equipe 1, em Copacabana (Foto: Reprodução Facebook)

Uma das academias mais famosas da Zona Sul Carioca, A Equipe 1, que recentemente fechou sua a unidade localizada há mais de 30 anos na Rua Nossa Senhora de Copacabana, está sendo alvo de denúncias por não pagar as verbas rescisórias de funcionários, dar calote em alunos matriculados na unidade e ter uma série de débitos com fornecedores.

Através da página Copacabana Urgente, no Facebook, trabalhadores e frequentadores da Equipe 1 denunciam o proprietário, conhecido como Alcides, de fechar o local e não avisar os alunos. Alguns deles relatam que fizeram a inscrição um dias antes do encerramento das atividades.

Internautas também se queixam da falta de posicionamento da academia em relação ao fechamento e a uma futura quitação das dívidas, tanto com alunos como com funcionários. Além disso, pessoas que trabalharam por anos no local relatam sequer terem sido comunicadas sobre o fim das atividades.

É muito triste você trabalhar em uma empresa por 12 anos e só ficar sabendo do fechamento por terceiros“, disse um usuário na internet.

Curiosamente, parte do material que pertenceu a Academia Equipe 1 está sendo instalado em outra academia de Copacabana, a Balance, que fica na Rua Xavier da Silveira. Alguns clientes alegam, inclusive, que alguns funcionários da Equipe 1 foram para a Balance, ocupando um andar inteiro do empreendimento. Enquanto isso, ex-funcionários e alunos contam que não receberam multa rescisória, estão há 3 anos sem décimo terceiro e, evidentemente, com salários atrasados.

Um das pessoas que trabalhou na academia, e que a acusa de calote, conta que na madrugada do último dia último dia 21 de outubro, aparelhos de ginástica eram retirados do lugar na calada da noite para não levantar suspeitas e gerar reclamações.

A academia fechou, vendeu as máquinas, deu calote em meio mundo e o dono continua dando aula enquanto alunos e funcionários lesados pedem explicação“, relatou uma seguidora da academia nas redes sociais.

Aparelhos de ginástica são retirados da Academia Equipe 1, em Copacabana, durante a madrugada

Posteriormente, esses mesmos equipamentos, foram vistos a venda em sites de classificados. Conforme imagem abaixo.

Até o momento desta publicação, o DIÁRIO DO RIO não havia conseguido contato com os proprietários da Academia Equipe 1.

A Academia Balance, citada na reportagem do DIÁRIO DO RIO, encaminhou nota se posicionando com relação ao episódio.

Veja a íntegra do comunicado:

A Balance Fitness lamenta muito que o Diário do Rio não a tenha procurado para esclarecer esta história, com a qual não possui qualquer relação. Ao sabermos do fechamento da Equipe 1, abrimos as portas para os professores que perderam seus empregos, cedendo salas em alguns horários para que eles dessem suas aulas. Com relação ao sócio da Equipe 1, é importante esclarecer que ele utilizou uma destas salas, por três dias, e nada mais. Continuamos nos colocando à disposição da comunidade, para ajudar dentro das possibilidades, e seguimos firmes com nossa reputação ilibada e o compromisso com a transparência e a honestidade“.

Veja algumas das queixas feita por internautas nas redes sociais

1 COMENTÁRIO

  1. O Proprietário poderia ter feito um comunicado, mas agiu como o mais comum dos empresários brasileiros trapalhões fazem, esquecendo que o mundo é redondo e antigos clientes que em maioria tinham atenção e apego ao seu produto que era bom, e não ótimo, foram prejudicados (academia- hidroginástica). O quase parque aquático do subsolo era muito bom. Eu fazia hidroginástica lá bem como a maioria dos professores dedicados incluindo uma bela sauna, na qual, tirando alguns alunos idosos soberbos donos da verdade, colaborava para o bem estar da saúde coletiva dos frequentadores. Contudo, independente da pandemia, sempre teve um comercial (marketing) muito fechado, administração centralizadora, sem se preocupar com a fidelização dos clientes ou capacitar melhor alguns auxiliares da linha de frente. Vai fazer falta principalmente a grande piscina de natação e hidroginástica. Merecia um fim ou quem sabe uma transição melhor. Caso a nova academia seja do mesmo proprietário não vou cobrar meus 08 dias de crédito fica com uma humilde ajuda já que o proprietário nunca foi de administrativamente resolver algumas questões banais de atendimento de forma mais profissional. Boa sorte. Que apareça em Copacabana algum espaço decente para hidro com perfil melhor, pois no entorno estamos cercados de serviços pouco eficientes (equipamentos e atendimento) de hidroginástica de baixa qualidade.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui