Garis da Comlurb emação na região da Urca neste sábado (23) - Foto: Divulgação

Na manhã deste sábado (23), a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), a Subprefeitura da Zona Sul do Rio de Janeiro e o Instituto Mar Urbano realizaram, na região da Mureta da Urca, uma ação ambiental-educativa de conscientização pelo fim do descarte de plástico no oceano. Na iniciativa, garis e mergulhadores retiraram diversos objetos da areia, das pedras e do fundo da Baía de Guanabara.

Segundo estudos recentes, 80% do lixo que chega ao oceano tem origem em terra firme, impactando negativamente a vida marinha. Vale ressaltar que o trecho que engloba a Urca é um dos poucos pontos da Baía de Guanabara em que o cavalo-marinho ainda pode ser encontrado.

A Comlurb trabalhou com com 34 garis, sendo 30 na varrição, limpeza geral e remoção de resíduos na areia das praias da Urca e Vermelha, na Mureta, nas pedras e nas ruas do bairro, 2 num ecoboat e outros 2, da coleta seletiva da Companhia, organizando o recolhimento dos resíduos retirados do mar com apoio de um caminhão compactador. A equipe de garis alpinistas também esteve presente, com equipamentos de rapel, para garantir a limpeza das pedras com mais segurança. Além disso, fiscais do Lixo Zero fizeram uma ação de orientação e conscientização com os frequentadores da Mureta da Urca, sem aplicar multas.

O presidente da Companhia, Flávio Lopes, enalteceu a parceria e pediu ajuda da população na proteção do meio ambiente: ”Essa ação integrada com órgãos do governo e da sociedade civil mostra que existem pessoas preocupadas em preservar o meio ambiente e espécies marinhas, e o quanto é difícil fazer esse tipo de limpeza. Todos nós precisamos nos conscientizar da necessidade de evitar jogar resíduos no chão ou na praia. Se cada um fizer a sua parte e ofertar cada vez mais seus materiais potencialmente recicláveis à coleta seletiva, a gente começa a mudar esse cenário.”

Lixo sendo retirado das pedras da Mureta da Urca – Foto: Divulgação

O plástico faz parte da preocupação diária de Ricardo Gomes, diretor do Instituto Mar Urbano: ”Temos que ir na raiz do problema. Uma ave marinha que come pedaços de plástico acaba morrendo. O carioca, que gosta tanto de praia, precisa pensar duas vezes antes de descartar um copinho plástico aqui na Mureta, por exemplo. O Oceano está gritando. Essa parceria marca a entrada da Comlurb na década do oceano, decretada pela ONU e pela Unesco e que começou no dia 1º de janeiro. As ações que forem feitas nos próximos dez anos é que vão determinar o futuro da espécie humana para os próximos dez mil anos.”

Ricardo aproveitou ainda para anunciar que anunciar que o artista plástico mexicano Ismael Torrano Montes de Oca fará uma grande escultura com garrafas pet, utilizando as cerca de 2,5 toneladas retiradas do mar de São Conrado no último dia 03/01, por equipes da Comlurb, e o material que foi removido na ação deste sábado na Urca

A obra, que terá o formato de tubo em homenagem ao multicampeão mundial de surf Kelly Slater, terá o nome de ”Tsunami de Plástico”, em referência à onda de garrafas descartáveis que se formou após o temporal do dia 02/01 e cuja imagem viralizou e sensibilizou Slater a falar de conscientização e cuidados com o descarte de materiais plásticos no mar. A escultura, que ficará exposta nas praias da cidade e servirá de símbolo contra o descarte irregular de plástico, vai ser entregue por Montes de Oca durante o mês de fevereiro, na Praia de Copacabana, e os frequentadores poderão entrar no tubo e fazer selfies.

A Subprefeita da Zona Sul, Ana Ribeiro, vem sendo grande parceira nas ações ambientais da Comlurb, e valoriza as campanhas de conscientização: ”O mutirão agrega conscientização para quem frequenta a Urca. Um bairro tão bucólico e importante na história da cidade. Há algum tempo os moradores solicitam mais atenção nessa região da Zona Sul. A Subprefeitura fica feliz em poder contribuir com essa ação de hoje.”

A ação ambiental-educativa deste sábado contou com o apoio da ONG Oceana Brasil, da OceanPact, Macau Dive, da Associação de Moradores da Urca (Amour) e do Corpo de Bombeiros, que auxiliou o serviço com um bote e um jet ski.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui