Foto: Reprodução Internet

O ex-senador Lindbergh Farias (PT) foi condenado à suspensão dos direitos políticos por cinco anos pela 2ª Vara Cível de Nova Iguaçu — cidade em que o político foi prefeito entre os anos de 2005 e 2010. Além da suspensão dos direitos políticos, Lindbergh também foi condenado ao pagamento de uma multa equivalente a 48 vezes o salário atual do prefeito.

De acordo com ação civil pública proposta pela 3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Nova Iguaçu, do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), Durante o mandato do ex-senador, a prefeitura distribuiu remédios que não continham o símbolo do município, mas sim a logomarca de sua gestão. A conduta foi considerada irregular por caracterizar “promoção pessoal”.

Além de Lindbergh, Nelson Bornier (MDB), eleito no pleito seguinte, também foi denunciado pelo MPRJ e se tornou réu sob a mesma acusação.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui