A Adega Santiago, casa paulista que tem um braço no VillageMall, na Barra da Tijuca, ganhou novidades em sua carta de vinhos. E entre os 120 rótulos, entre nacionais e importados, 21 podem ser apreciados através do Coravin, aparelho que fraciona a garrafa sem a necessidade de abertura. Desse modo, o cliente pode escolher o volume que deseja degustar em taças de 100 e 150 ml.

Entre os rótulos servidos no Coravin, há opções como o vinho francês Chablis Louis Jadot 2017 (R$ 64/R$ 96), oriundo da região da Borgonha e o tinto espanhol Pruno 2018 (R$ 48/R$ 72), produzido em Ribera Del Duero, tradicional reduto produtor de vinhos no país.

O sommelier Rodrigo Novaes, que que passou a responder pela carta de vinhos da casa, diz sobre o sistema: “Coravin é um dispositivo que fraciona a garrafa fechada sem a abertura da rolha.Por meio de uma agulha canulada, o equipamento perfura a rolha, injeta um gás inerte “Argônio” e pela mesma agulha sai o vinho.É um dispositivo móvel, podendo ser trocado de garrafa em garrafa permitindo maior variedade de vinhos em taça para o cliente”.

Entre as possibilidades de harmonização, o sommelier Rodrigo Novaes, que passa a responder pela carta de vinhos da casa, recomenda o vinho tinto Roquette & Cazes 2018 (R$ 74 e R$ 110) acompanhando o Arroz de Rabada (R$ 74/R$96). Já o rótulo branco Milmanda Chardonnay 2017 (R$ 111 e R$ 167), produzido em Conca de Barberà, na região da Catalunha, na Espanha, é perfeito para acompanhar a Paella Negra (R$ 91/R$ 129).

Além do Coravin, há também novos rótulos que acabam de entrar na carta como o branco Tapada do Chaves 2018 – R$499 e Izadi Larrosa Garnacha 2019 – R$215, um tinto bem fresco.

O cliente busca inovação e variedade. Ele tem acesso a muitos rótulos em muitos outros restaurantes e empórios. Porém, a maior parte deles não é servido fracionado e limitado à compra da garrafa por completa.A ideia da Adega em ter maior variedade de vinhos por taça permite ao cliente uma experiência de “passear” pela carta e conhecer sem medo um vinho novo, algo que ele não havia provado ainda. Concorda que é melhor investir um valor menor na taça a investir um valor maior na garrafa sendo que você não conhece o vinho? Muitas vezes a esposa gosta de um estilo, o marido de outro. Então nesse sistema conseguimos atender a todos os gostos sem um custo maior.A Adega normalmente já traz novidades em sua carta, a questão do Coravin é facilitar o acesso a esses vinhos.“, finaliza Novaes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui