Foto: Reprodução Internet

Muitas aduelas foram adquiridas para serem utilizadas em obras para reforçar as paredes do túnel entre a Estação Antero de Quental e a Estação Gávea da Linha 1 do Rio de Janeiro. Porém, em vez disso, elas apodrecem, deixadas em um terreno sem nenhuma proteção.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Quem passa de trem por perto da Estação Leopoldina ou de carro pela Linha Vermelha consegue ver o estado das placas de cimento. Expostas ao sol e à chuva desde sua fabricação, em 2015 e 2016, também já é possível ver o mato se espalhando no local.

A assessoria do Metrô Rio informou que toda a parte de obras, como este caso, não é responsabilidade do Metrô Rio, mas do Governo do Estado. O DIÁRIO DO RIO entrou em contato com a Secretaria de Transporte, mas não obteve retorno.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui