Cidades

AfroGames inaugura mais 2 polos na Nova Holanda e no Morro do Timbau, neste sábado

Compartilhar

O Complexo da Maré recebe neste sábado (16), o projeto AfroGames, totalmente voltado para a inclusão digital de jovens moradores de favelas cariocas em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Serão atendidos 200 alunos nos 2 polos, que serão inaugurados na favela da Nova Holanda e no Morro do Timbau. As informações são do Extra online.

A inauguração das novas unidades acontece na manhã deste sábado, sendo que as aulas começam na segunda-feira. Cada unidade receberá 100 alunos, que somados aos 170 que já são atendidos em Vigário Geral, comporão um corpo discente de 370 jovens, com idades a partir dos 12 anos

No AfroGames, os alunos terão aulas de programação de jogos, Valorant, League Of Legends, Free Fire, além de inglês. A ideia é fazer com os jovens usem os novos conhecimentos para aumentar as suas possibilidades de profissionalização. Os cursos serão ministrados duas vezes por semana, com aulas cuja duração é de duas horas, cada.

O diretor do AfroGames, Ricardo Chantilly, destacou que, pelo menos 20% dos alunos que passaram pela primeira unidade do projeto, estão prestando serviço em empresas, que veem no projeto como uma referência para a contratação de novos profissionais.

O AfroGames é resultado de uma parceria, entre o Grupo Cultural AfroReggae e a Chantilly Produções, e é patrocinado pela IHS do Brasil. O projeto tem como meta principal a utilização da educação e da tecnologia para a transformação social. O AfroGames visa ainda a geração de renda, dentro das favelas, através da criação do primeiro time profissional de eSports.

Patricia Lima

Jornalista, radialista, produtora e mestre em Comunicação Social. "Todo beco sem saída tem uma passagem secreta". Acredito.