Foto: Reprodução

Estudo realizado pelo projeto Science Pulse e pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD), aponta a Agência de Notícias da Fiocruz (AFN) como uma das principais vozes da ciência no Twitter no ano de 2020. A instituição que sempre foi referência de pesquisa em saúde pública, ganhou ainda mais relevância neste período de pandemia de Covid-19.

Elisa Andries, coordenadora de Comunicação Social (CCS/Presidência) da Fiocruz explica que as mídias socias tem sido estratégicas durante a pandemia. “Tivemos um crescimento muito grande das nossas redes sociais este ano, isso nos mostra que a maioria das pessoas busca informações de qualidade e confiáveis quando querem se informar sobre a Covid-19”. 

A AFN ficou como terceira colocada no critério popularidade, que mostra o alcance de um perfil na rede. Dentro da mesma categoria estava o pesquisador britânico Richard Dawkins, primeiro na lista com quase 3 milhões de seguidores, seguido pelo biólogo Átila Iamarino. Atualmente, a conta no Twitter da instituição tem cerca de 250 mil seguidores.

O levantamento que colocou a AFN como uma das mais populares na área científica analisou a rede de interações no Twitter entre cientistas, instituições e comunicadores de ciência. Foram utilizadas para análise, a base de dados do Science Pulse, uma ferramenta de monitoramento de redes sociais focada na comunidade científica. O estudo levou em conta os meses de junho e outubro de 2020. 

Em sua conta no Twitter, a Fiocruz divulga as ações da instituição não só em relação ao coronavírus, mas também sobre os demais projetos de pesquisa desenvolvidos. Além disso, no site da AFN, há um destaque que trata somente de informações dos pesquisadores sobre a Covid-19 e sobre as vacinas. O objetivo é manter a população ciente do que está sendo pesquisado pela instituição.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui