Agentes do Ibama apreendem 28 animais silvestres durante operação contra caça ilegal

Dois homens foram presos na ação

Divulgação Ibama

Dois caçadores foram presos e nove pessoas foram multaras durante uma operação da Superintendência do Ibama no Rio de Janeiro na Região dos Lagos e na Região Serrana do Rio. Os agentes ainda apreenderam 28 animais silvestres.

Batizada de Operação Asas Livres, a iniciativa teve o objetivo de coibir a caça predatória e captura ilegal de animais no entorno das áreas de soltura cadastradas do projeto ASAS (Área de Soltura de Aves Silvestres). 

Entre as espécies apreendidas, estão aves ameaçadas de extinção, como o pixoxó e o curió. Agora, eles vão passar por reabilitação no Centro de Triagem de Animais Silvestres Ibama para posterior soltura.

Explosivos usados para caça, armas, munição e armadilhas foram encaminhados à Polícia Civil.

A ação foi realizada entre os dias 24 e 27 de outubro e contou com o apoio do Batalhão Ambiental da Polícia Militar.

A caça de animais silvestres é considerada crime e infração administrativa, podendo levar à prisão e e também à perda dos bens envolvidos na prática criminosa.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui