Foto: Divulgação

O Procon Estadual do Rio de Janeiro (Procon-RJ) realizou operação de Natal para orientar os estabelecimentos à respeito publicidade, informação sobre troca e principalmente verificar se as normas de prevenção ao covid-19 estavam sendo cumpridas. Os fiscais estiveram no comércio do centro, zonas norte, sul e oeste do município do Rio de Janeiro, além de Niterói e Nova Iguaçu.

Entre as orientações, estão as relacionadas a sua política de troca, preços e parcelas, que devem ser claras e de fácil acesso. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), as lojas físicas não são obrigadas a efetuar troca de produtos porque o consumidor não gostou ou pelo tamanho não ser o ideal.

Com a chegada das festas de final de ano, aumenta o movimento do comércio. Por isso, é necessária uma maior atenção às normas consumeristas e devido ao período atípico de pandemia que estamos vivendo, é preciso muita atenção aos critérios de prevenção ao Covid-19.

O principal problema encontrado pelo Procon-RJ, durante a operação, foi a ausência de marcação no chão para garantir o distanciamento nas filas. Mas de acordo com a instituição, assim que os locais foram orientados pelos agentes, os fornecedores procederam a adequação de imediato.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui