Imagem meramente ilustrativa de pessoa sendo vacinada contra a Covid-19 no Teatro Carlos Gomes, no Centro do Rio - Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

O Rio de Janeiro está na iminência de receber novas doses das vacinas contra a Covid-19 para não precisar interromper o calendário de imunização. A informação foi passada pelo secretário municipal de Saúde da capital fluminense, Daniel Soranz, na manhã desta terça-feira (10/08) em entrevista ao programa ”Bom Dia Rio”, da ”TV Globo”.

”O Ministério da Saúde tem quase 12 milhões de doses recebidas em seu estoque, e a gente está esperando a confirmação do envio para hoje. Infelizmente, está tendo um atraso muito grande entre o recebimento por parte dos produtores que entregam ao Ministério e o repasse aos estados”, disse o secretário.

”É muito importante que o Ministério acelere para que a gente não precise interromper o calendário. Eles disseram que estão providenciando a pauta de distribuição e devem liberar ainda esta manhã para que as vacinas cheguem, no máximo, até o fim da tarde”, complementou Soranz.

Vale lembrar que, nesta terça, o Rio está vacinando com a primeira dose (D1) pessoas de 25 anos de idade. Na quarta (11/08), que, por ora, tem imunização não garantida, é a vez do público de 24 anos.

Já o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, afirmou que é possível distribuir os imunizantes aos 92 municípios fluminenses em 24 horas assim que os mesmos sejam entregues pelo Governo Federal. ”Nós vamos manter a equipe de plantão exatamente para, uma vez chegando, poder distribuir o mais rápido possível”, afirmou.

Em relação a segunda dose (D2), tanto Soranz quanto Chieppe afirmaram que ainda há estoque para aplicação até o final da semana. ”A orientação é que não utilizem os lotes da D2 para a primeira aplicação, justamente para não faltar”, explicou Alexandre.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui