Foto de Steve Johnson no Pexels

A Águas Rio, principal vencedora da concessão da Cedae, criou o Centro de Operação Integrada (COI) na sede da concessionária, no Centro do Rio. O objetivo é atuar de forma preventiva e ágil para manter o abastecimento de água, e a coleta e tratamento de esgoto nas 27 cidades no estado do RJ em que trabalha.

Os investimentos iniciais estão em torno de R$ 10 milhões para a implantação do COI, incluindo os sensores de pressão da água, outros equipamentos e softwares, que irão impactar na eficiência operacional, na transparência das informações e na regularidade dos serviços prestados. 

O COI da Águas do Rio é a maior estrutura montada pela Aegea, grupo do qual a concessionária faz parte, que é líder no setor privado de saneamento básico – com 56% do mercado no país. 

Hoje estão funcionando em torno de mil dataloggers, que são equipamentos instalados em pontos estratégicos do sistema de distribuição de água, que enviam informações para o COI, através da tecnologia IoT (internet das coisas), sobre algumas variáveis, como a pressão de água na rede. A previsão é que até o fim do ano sejam mais de 1.600 aparelhos. O centro de controle integra uma equipe dedicada 24h por dia para acompanhamento e tomada rápida de decisões. A tecnologia empregada possibilita que os profissionais identifiquem qualquer alteração nos sistemas de água e esgoto e imediatamente acionem a equipe de operação para ação preventiva e/ou reparo ágil. Ou seja, vamos saber do problema antes do cliente reclamar”, explica o diretor presidente da Águas do Rio, Alexandre Bianchini

Quando a companhia estiver em efetiva operação dos sistemas, também será possível acionar remotamente bombas, válvulas, comportas e outros equipamentos. Dependendo da demanda, não será necessário o envio dos agentes de campo ao local. 

Neste momento de operação assistida as informações estão sendo fundamentais para compor e validar nosso planejamento estratégico para o início da operação plena. Estamos mapeando áreas de abastecimento intermitente para que as intervenções aconteçam de acordo com cronograma de obras e melhorias. Os dados já estão sendo disponibilizados inclusive para a Cedae”, afirma o diretor operacional da Águas do Rio, Luiz Couto

Informação em tempo real

Em torno de 24 mil dados são analisados, diariamente, por meio de envios realizados virtualmente pelos equipamentos, a cada hora. Com inteligência artificial, análises estatísticas, modelagem hidráulica e atuação dos profissionais qualificados do COI estas informações são compiladas formando um histórico do comportamento do sistema de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

Conseguimos identificar a pressão da água em todos os pontos em que estejam instalados os dataloggers e mensurar o cenário das áreas ao redor. Com estas informações conseguimos avaliar pontos em que a água está com abastecimento intermitente ou com baixa pressão, e outros que têm alta pressão, acima do máximo indicado. Com estas observações a Águas do Rio irá realizar intervenções mais assertivas, com objetivo de equilibrar o abastecimento, otimizando a distribuição de água, evitando perdas e, principalmente, fazendo com que a água chegue na casa de todos os cidadãos”, ressalta Fernanda Barreto, coordenadora de operações do COI. 

O COI já integra dados da rede esgoto existente na área de concessão, mas com a expansão do sistema a rede de esgotamento sanitário receberá cerca de 1200 sensores para que sejam evitados entupimentos e extravasamento, por exemplo. 

2 COMENTÁRIOS

  1. Sera que vai ser igual a light? basta fazer um gato, e deixar que os trouxas paguem a sua conta? ou eles irao atrs de gatos? se que nem eh pra light eh molezinha – ganho certo!

  2. Deus abençõe muito a Águas do Rio, vai precisar muito a proteção divina para atender aos cariocas, os fluminenses, conseguir com que esse povo lhe pague em dia, ter lucro e driblar das leis malucas que os deputados da ALERJ hão de criar ainda para atrapalhar as operações. Tudo o que não pediam da CEDAE irão pedir à Águas do Rio.

    Que a CEDAE nunca mais retorne às nossas vidas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui