Recebi um e-mail de um leitor perguntando mais detalhes sobre o fato do vice do Eduardo Paes ter sido tesoureiro do Garotinho.

 

Vamos aos fatos: Em 2006 Muniz era tesoureiro de Garotinho e apresentou uma série de doações de empresas para a campanha do Garotinho. Dias depois se descobriu que as empresas eram fantasmas e os donos eram presidentes de Ong com contratos com o Estado.

 

Veja matéria do Globo sobre o assunto:

 

Vice de Paes foi o responsável por pré-campanha de Garotinho em 2006

O Globo

1/7/2008

 

O ex-deputado Eduardo Paes, candidato a prefeito do Rio por PMDB, PP, PSL, PTB, terá como vice de chapa o secretário-adjunto do PMDB no Rio, Carlos Alberto Muniz. A apresentação oficial do candidato será hoje. Muniz foi presidente da Feema de 1987 a 1990 e, desde então, é filiado ao PMDB.

Muniz foi responsável por reunir e divulgar os gastos da pré-campanha de Anthony Garotinho à Presidência da República em 2006. A divulgação acabou gerando uma investigação sobre os doadores de Garotinho. O caso ficou conhecido como o escândalo das ONGs.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui