Respectivamente, Cláudio Castro e Wilson Witzel - Foto: Foto: Marcelo Theobald/Agência O Globo

O Rio de Janeiro não tem paz em sua esfera política, e o sofrimento parece sempre aumentar. Agora, além do cada vez mais provável afastamento de Wilson Witzel do comando do Poder Executivo Estadual, solicitado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), a investigação avança também para a linha sucessória do atual governador.

Segundo informações divulgadas pelo portal ”Veja”, as apurações sobre supostas irregularidades cometidas pelo Governo do Estado estão se expandindo para o vice-governador Cláudio Castro e para o presidente da Assembleia Legislativa do RJ (Alerj), André Ceciliano.

E o tom pessimista em relação ao assunto vem da própria PGR. De acordo com uma pessoa ligada à Procuradoria, que por questões óbvias prefere o anonimato, somente uma situação em específico poderia mudar o rumo do estado: uma nova eleição. Aguardemos as cenas dos próximos conflituosos capítulos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui